Política

Projeto de lei inclui grávidas e puérperas como prioridade de vacinação

A matéria é baseada no alerta feito por médicos e outros profissionais de saúde sobre os riscos que mulheres nessas condições apresentam.

Publicado em 27/04/2021 18:47 Atualizado em 27/04/2021 19:22
logo
Por Redação Portal T5
Projeto de lei inclui grávidas e puérperas como prioridade de vacinação

(Foto: Reprodução / Pexels)

Um projeto de lei em tramitação na Câmara Federal pede a inclusão de grávidas e puérperas no grupo prioritário de vacinação contra a Covid-19. A matéria, de autoria da senadora Daniella Ribeiro (PP), é baseada em uma nota técnica divulgada nesta terça-feira (27) pelo Ministério da Sáude e no alerta feito por médicos e outros profissionais de saúde sobre os riscos que mulheres nessas condições apresentam. 

“Levantamos essa bandeira após ouvirmos especialistas em saúde que alertaram sobre as mortes de grávidas e puérperas em decorrência da Covid-19. É um problema complexo, que causa dor e angústia. Vale lembrar que além das mortes dessas mulheres, estamos falando de bebês órfãos, que perdem suas mães no nascimento ou logo após. Se a mulher tinha outros filhos, teremos uma legião de crianças órfãs, por isso a vacina é tão importante para esse público, desde que em consonância com a orientação do obstetra que a acompanha”, afirmou Daniella.

A nota do Ministério da Saúde prevê a vacinação desse público em duas etapas. No primeiro, mulheres grávidas ou puérperas que tenham comorbidades. A previsão é que comecem a ser vacinadas até o final de maio. Na segunda etapa de vacinação entram todas as grávidas e puérperas, mesmo que não apresentem comorbidades. A proposta está inclusa no PL 1.315/2021, da senadora.

O número de grávidas e puérperas mortas em 2021 pela Covid-19 mais que dobrou em relação à média semanal de 2020. A senadora lembrou, entre as vítimas, a estudante paraibana Mikaela Muniz, de 26 anos, que morreu no início desta semana em decorrência da doença, um mês após ter o primeiro filho.

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar