Paraíba

Polícia prende grupo suspeito de tráfico de drogas via Correios, em João Pessoa

Com os presos, os policiais encontraram 14 quilos de entorpecentes que estavam escondidos em embalagens enviadas via Correios do Acre para Paraíba

Publicado em 16/12/2020 23:00 Atualizado em 17/12/2020 00:59
logo
Por Carlos Rocha
Polícia prende grupo suspeito de tráfico de drogas via Correios, em João Pessoa

Quatro mulheres e um homem suspeitos de praticar tráfico de drogas foram presos na tarde desta quarta-feira (16) durante a segunda etapa da Operação "Conexão Acre", realizada pela Polícia Civil da Paraíba com apoio da Polícia Civil do Estado do Acre e Empresa de Correios e Telégrafos (ECT).

Com os presos, os policiais encontraram 14 quilos de entorpecentes que estavam escondidos em embalagens enviadas via Correios do Acre para Paraíba. O material ilícito foi descoberto pelas policiais e, com apoio da ECT, foi iniciado um monitoramento até a entrega da encomenda ao destinatário final.

Segundo o delegado Bruno Germano, da Delegacia de Repressão a Entorpecentes de João Pessoa, a entrega das encomendas contendo entorpecentes foi feita normalmente pelos funcionários dos Correios. No entanto, teve o acompanhamento de equipes da DRE/JP. Assim que os pacotes chegavam ao endereço indicado e eram entregues aos destinatários, os agentes se apresentavam e realizavam as prisões.

As prisões ocorreram nos bairros do Cristo Redentor, Valentina e Bessa. Além dos entorpecentes, os policiais apreenderam quantias em dinheiro e um carro importado usado por uma das suspeitas presas.

O grupo será interrogado e apresentado ao Poder Judiciário e, em seguida, encaminhado a um presidio da Capital paraibana.    

Leia também:

Policial é baleado durante tentativa de assalto em bairro nobre de João Pessoa

Botafogo-PB empata com Atlético-BA no primeiro confronto pela Pré-Copa do Nordeste

Gusttavo Lima faz viagem com jovem apontada como pivô da sua separação

Atriz que interpreta Chiquinha revela romance com cantor famoso; veja

Advogado de um dos investigados pelo assassinato de Expedito Pereira deixa o caso

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play