Polícia

Quatro suspeitos de integrar quadrilha morrem em confronto com a polícia, na PB

Um dos homens mortos tinha uma vasta ficha criminal e teria praticado uma tentativa de homicídio em Jericó (PB)

Publicado em 13/10/2021 19:27 Atualizado em 14/10/2021 11:36
logo
Por Carlos Rocha
Quatro suspeitos de integrar quadrilha morrem em confronto com a polícia, na PB

Quatro suspeitos de integrar quadrilha morrem em confronto com a polícia, na PB (Foto: Reprodução)

A Polícia Civil da Paraíba, por meio da Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (Draco), apreendeu drogas e mais quatro armas de fogo nesta quarta-feira (13), durante uma operação na cidade de Coremas. No decorrer das diligências, quatro investigados por participação em ataques a instituições financeiras morreram em confronto com os policiais.

A investigação teve início há mais de três meses. Francimar da Silva Araujo, um dos homens mortos, tinha uma vasta ficha criminal, era preso do regime semiaberto e rompeu a tornozeleira eletrônica no dia 6 de outubro deste ano. A Polícia Civil obteve essa informação e passou a investigá-lo.

Nesses levantamentos, a Polícia Civil foi informada de que a quadrilha estava se preparando para um roubo de grandes proporções. No dia 8 de outubro, um veículo Tracker foi roubado na cidade de Aparecida (PB), e no dia seguinte (9) criminosos utilizando o mesmo carro tentaram executar duas pessoas – pai e filho – na cidade de Jericó (PB). Uma das vítimas sobreviveu ao ataque e reconheceu Francimar como sendo um dos executores.

As investigações prosseguiram, e a Polícia Civil descobriu que o grupo estaria na cidade de Coremas, onde planejavam realizar um grande roubo. Na madrugada desta quarta-feira (13) criminosos ‘explodiram’ caixas eletrônicos do banco de Paulista (PB), município próximo de Coremas. 

“Daí, nós intensificamos as investigações sobre esse grupo e visualizamos dois deles saindo de um carro para entrar em uma casa. Nossas equipes tentaram uma abordagem dentro dos procedimentos convencionais, mas foram surpreendidas com disparos efetuados pelos investigados, que correram para dentro do imóvel. Os policiais foram à captura dos assaltantes e revidaram os tiros de que ainda eram alvos, baleando os atiradores. Eles foram socorridos ao hospital, mas não resistiram”, disse o delegado Diego Beltrão.

Com os assaltantes, os policiais apreenderam uma espingarda calibre 12, uma pistola e dois revólveres, além de tabletes de maconha. 

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play