Paraíba

Pesquisa da Fiocruz em combate ao Aedes aegypti será realizada em João Pessoa

Cerca de 200 residências serão visitadas pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

Publicado em 24/01/2021 09:47 Atualizado em 24/01/2021 09:51
logo
Por Redação Portal T5
Pesquisa da Fiocruz em combate ao Aedes aegypti será realizada em João Pessoa

(Foto: Ivomar Gomes / Secom JP)

A partir desta segunda-feira (25), 200 residências em todos os bairros de João Pessoa serão visitadas pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) para a realização de uma pesquisa da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). O objetivo do estudo é avaliar a resistência do mosquito Aedes aegypti na região para melhorar o direcionamento das ações de combate ao inseto na cidade.

Ao chegar às residências selecionadas, agentes ambientais se identificarão, explicarão como funciona a pesquisa e, caso aceite participar, o proprietário assinará um termo de consentimento. Ao todo, 50 profissionais estarão envolvidos. As equipes da Vigilância Ambiental vão instalar armadilhas, conhecidas como ovitrampas, em residências distribuídas pela cidade para coletar ovos do Aedes aegypti.

De acordo com o gerente de Vigilância Ambiental de João Pessoa, Nilton Guedes, as casas que participarão da pesquisa serão selecionadas de acordo com alguns critérios como possuir área externa com vegetação e uma parte coberta para que as armadilhas não sejam prejudicadas pela chuva ou pela exposição à luz do sol.

A pesquisa será dividida em quatro etapas: a primeira acontece de 25 até 29 de janeiro com a instalação das armadilhas nas casas; de 1º até 5 de fevereiro será realizada a primeira fase da coleta de ovos com a retirada das armadilhas, substituindo por outras; de 8 até 12 de fevereiro será a segunda fase da coleta de ovos com e retirada das armadilhas; e de 17 a 19 de fevereiro serão consolidados os dados.

Todas as informações coletadas serão enviadas à Fiocruz, que é o instituto responsável pela pesquisa. Os moradores que participarem da ação também receberão informações referentes às suas residências. Em caso de dúvidas sobre a pesquisa ou alguma intercorrência com as armadilhas instaladas, a população pode entrar em contato com o Disque Dengue, por meio do telefone: 3214-5718.

Leia também:

+ Avaliação aponta que 90% da cidades da Paraíba estão na bandeira amarela; entenda o por quê

+ Três amazonenses com Covid-19 transferidos à Paraíba recebem alta neste sábado (23)

+ Vídeo: homem é executado com quase sete tiros durante caminhada


icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play