Paraíba

Fiscalização notifica cinco e autua um estabelecimento por não cumprir decreto, em João Pessoa

O trabalho, realizado neste fim de semana, foi desenvolvido por uma força-tarefa dentro da Operação Previna-se

Publicado em 01/03/2021 18:30 Atualizado em 01/03/2021 18:42
logo
Por Carlos Rocha
Fiscalização notifica cinco e autua um estabelecimento por não cumprir decreto, em João Pessoa

Cinco estabelecimentos notificados e um autuado por descumprimento aos decretos da Prefeitura de João Pessoa e do Governo do Estado para reduzir os novos casos de contaminação pelo coronavírus. O trabalho, realizado neste fim de semana, foi desenvolvido por uma força-tarefa dentro da Operação Previna-se.

A Secretaria de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-JP), em parceria com outras várias secretarias, seguiu o trabalho de fiscalização de estabelecimentos comerciais em toda a Capital. Quatro deles foram notificados e um recebeu auto de infração por consumo de bebida alcoólica fora do horário permitido. Além disso, o Procon-JP notificou uma rede atacadista no bairro de Água Fria após receber denúncia de aglomeração.

“A Operação Previna-se está nas ruas para fazer valer os protocolos de prevenção ao coronavírus. Essas inspeções vão continuar até o dia 10 de março, de domingo a domingo. Nosso único objetivo no momento é garantir ao cidadão pessoense a aplicação dos protocolos de prevenção à Covid-19”, destacou o secretário do Procon-JP, Rougger Guerra.

De acordo com o comandante Guedes, da Guarda Civil Metropolitana, a ação do final de semana foi tranquila, pois a população está colaborando nesse trabalho preventivo. “De maneira geral, as pessoas estão entendendo as recomendações do decreto. Coibimos alguns acessos, como fechamento de bares que estavam funcionando em horário irregular. Mas, no geral, as pessoas estão entendendo e não precisamos encaminhar ninguém para a delegacia”, frisou.

Ação educativa – A Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedurb) seguiu o trabalho de fiscalização nos mercados públicos, nas praias de Manaíra, Tambaú, Bessa e Cabo Branco, além dos Parques Parahyba e Solon de Lucena, onde foram inspecionados os quiosques e a eventual presença de comércio informal. O trabalho foi de forma educativa, orientando os comerciantes.

Falta de licença – Contando com o apoio de outras secretarias, os técnicos da Secretaria de Meio Ambiente (Semam) também fizeram rondas na Capital. Na oportunidade, alguns estabelecimentos comerciais receberam auto de infração por falta de licença ambiental.

Para denunciar aglomeração, o cidadão pode ligar para os seguintes números: 160 ou 9 8600-4815.

Leia também:

Paraíba ultrapassa 4,5 mil mortes por Covid-19

Covid: Prefeito de CG assina decreto com medidas mais restritivas

Justiça arquiva denúncias criminais contra Karol Conká

Policiais que socorreram mulher em trabalho de parto recebem medalhas de reconhecimento

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar