Brasil

Uma em cada 4 mulheres foi vítima de violência na pandemia

Segundo Datafolha, violência no Brasil é associada a perda de emprego e renda

Publicado em 07/06/2021 10:20 Atualizado em 07/06/2021 10:32
logo
Por Redação Portal T5
Uma em cada 4 mulheres foi vítima de violência na pandemia

(Foto: arquivo/Divulgação/TJPB)

Uma em cada quatro mulheres foi vítima de violência no Brasil durante a pandemia. Um ano após o início da crise sanitária no país, o ponto que mais deixou mulheres em risco foi a perda de emprego e renda.

As informações são da pesquisa Visível e Invisível, coletada pelo Datafolha a pedido do Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), e divulgadas nesta segunda-feira (7). 

A pesquisa foi feita presencialmente com 2.079 pessoas com 16 anos ou mais, em 130 municípios brasileiros, entre os dias 10 e 14 de maio.

Na consulta, 24,4% de mulheres com mais de 16 anos afirma ter sofrido algum tipo de violência ou agressão nos últimos 12 meses. O aproximadamente a 17 milhões de mulheres vítimas de violência física, psicológica ou sexual. O número é pouco menor que a pesquisa feita em 2019. À época, 27,4% afirmaram ter sofrido algum tipo de violência.

Entre as mulheres que afirmaram ter sofrido violência, 61,8% das mulheres que sofreram violência no último ano afirmaram que a renda familiar diminuiu neste período. Entre as que não sofreram violência este percentual foi de 50%.

Além do relato de mulheres, 5 em cada 10 brasileiros consultados (51,1%) disseram ter visto uma mulher sofrer violência em seu próprio bairro ou comunidade nos últimos 12 meses. E 74,5% da população diz acreditar que a violência cresceu durante a pandemia.

Ligue 190 - Ao ouvir ou perceber violência doméstica, denuncie pelo 190 (urgência) e 197 (denúncia). Com cuidado, tente chamar pela mulher. A intervenção externa pode cessar a violência. Tente entrar em contato com a vítima, pergunte se ela precisa de ajuda. Se testemunhar ou perceber violência contra a mulher, denuncie.

SBT News

Veja também:

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play