Paraíba

Reunião para discutir novo decreto na Paraíba acontece nesta quarta (16)

No encontro, João Azevêdo (Cidadania) e secretários do governo discutirão novas medidas

Publicado em 16/06/2021 09:18 Atualizado em 16/06/2021 12:23
logo
Por Redação Portal T5
Orla da praia de Cabo Branco, em João Pessoa

Orla da praia de Cabo Branco, em João Pessoa (Foto: Ailton Diniz/Arquivo Pessoal cedido ao Portal T5)

O decreto da Paraíba que restringe atividades com objetivo de evitar a proliferação do novo coronavírus tem validade até a próxima sexta-feira (18), mas a Secretaria de Estado da Saúde (SES) defende a manutenção de medidas rigorosas para limitação da circulação de pessoas. Uma reunião para um novo decreto acontece nesta quarta-feira (16), entre o governador João Azevêdo (Cidadania) e secretários do governo.

No encontro, que será realizado às 17h, serão discutidos os pontos do novo decreto que possivelmente será válido a partir do sábado (19).

Geraldo Medeiros, secretário de Saúde da Paraíba, enxerga que a diminuição da ocupação de leitos de UTI adulto na Grande João Pessoa e em Campina Grande são reflexos do decreto estadual em vigor. "Então, há necessidade da manutenção de medidas restritivas para diminuir a circulação de pessoas, para que não tenhamos um colapso da rede hospitalar. E não é só colapso, mas a falta de insumos e oxigênio", disse o gestor à rádio Correio.

Nessa terça-feira (15), a ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado era de 73%. Para adultos, a Região Metropolitana de João Pessoa tem a taxa de ocupação de 69%; Campina Grande tem taxa de 75% e o Sertão chega a 90%. De acordo com o Centro estadual de regulação hospitalar, 78 pacientes foram internados nas ultimas 24h. Ao todo, 920 pacientes estão internados nas unidades de referência. Confira o boletim completo

Veja mais:

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play