Brasil

PF prende ex-governador do Tocantins Marcelo Miranda

Ele foi preso no apartamento funcional de sua mulher, a deputada federal Dulce Miranda (MDB-TO), que não é investigada na operação contra atos de corrupção.

Publicado em 26/09/2019 10:09 Atualizado em 18/11/2020 11:29
logo
Por Redação Portal T5
PF prende ex-governador do Tocantins Marcelo Miranda

Edilson Rodrigues/Agência Senado

A Polícia Federal prendeu preventivamente nesta quinta-feira de

manhã (26), em Brasília, o ex-governador do Tocantins, Marcelo

Miranda. Ele foi preso no apartamento funcional de sua mulher, a

deputada federal Dulce Miranda (MDB-TO), que não é investigada na

operação contra atos de corrupção.

+ Terremoto de magnitude 5,7 atinge Istambul

+ Apostador ganha sozinho R$ 2,2 milhões na Lotofácil; veja os números

Conforme reportagem

de O Globo, os federais investigam um esquema que teria causado

prejuízo de R$ 300 milhões aos cofres públicos. O pai do

ex-governador, Edimar Brito Miranda, e seu irmão Brito Miranda

Júnior também são alvos dos mandados de prisão.

+ Par romântico de Meghan Markle em "Suits" compartilha fotos informais da Duquesa de Sussex

+ IBGE lança edital para 2,6 mil vagas com salários de até R$ 3,1 mil

A operação

deflagrada hoje, denominada 12º Trabalho, tem como objetivo apurar

um “sofisticado esquema para a prática constante e reiterada de

atos de corrupção, peculato, fraudes em licitações, desvios de

recursos públicos, recebimento de vantagens indevidas, falsificação

de documentos e lavagem de capitais; sempre com o objetivo de

acumular riquezas em detrimento dos cofres públicos”.

Estão sendo

cumpridos 11 mandados de busca e apreensão e três de prisão

preventiva. Os mandados estão sendo cumpridos em cidades de

Tocantins, Goiás e Pará. Miranda inicialmente era procurado em

Tocantins, mas a PF acabou localizando o ex-governador em Brasília.

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play