Polícia

“Foi morta com mais de dez facadas”, diz delegado sobre feminicídio no Sertão; suspeito está foragido

A filha da vítima também foi atingida pelos golpes.

Publicado em 28/08/2019 12:09 Atualizado em 18/11/2020 12:50
logo
Por Redação Portal T5

Juberlúcia Oliveira da Silva não resistiu aos ferimentos e morreu
Juberlúcia Oliveira da Silva não resistiu aos ferimentos e morreu Foto: Reprodução / Arquivo Pessoal

De

acordo com o delegado George Wellington, responsável pelas

investigações envolvendo a morte de uma mulher de 39 anos

assassinada com golpes de faca, o crime foi motivado porque o

suspeito – ex-companheiro da vítima – descobriu que ela teria um

duplo relacionamento.

As

informações foram prestadas ao Programa Tambaú da Gente, da TV

Tambaú. “O suspeito estava em São Paulo e teria descoberto que a

vítima tinha uma dupla relação amorosa. Além dele, ela teria

outro companheiro da cidade de Patos”, adiantou.

O crime aconteceu na madrugada desta quarta-feira (28). Juberlúcia Oliveira da Silva não resistiu aos ferimentos e morreu.

A filha da vítima também foi alvo do suspeito. Ela foi ferida com

golpes de faca, entretanto, foi encaminhada ao Hospital Regional de

Patos e não corre risco de vida.

O crime

Segundo as

investigações, o “suspeito arrombou a porta da residência com

uma espécie de um pé de cabra. Após entrar no local, ele teria

visto a vítima e iniciado uma breve discussão. Na sequência ele

tomou posse de uma faca e desferiu golpes contra ela”, disse

George.

Após

isso, a filha da vítima tentou interpelar pela mãe e foi pra cima

do suspeito. Ela também

pegou uma faca e conseguiu atingir o homem. Contudo foi ferida

também. Os golpes atingiram o pulmão do adolescente”.

O

homem fugiu. Temos a certeza de que ele foi atingido porque deixou um

rastro de sangue. Mas, sabemos que foram mais de dez facadas na

vítima, sobretudo nos braços – que indica tentativa de defesa, e

nas costas. Um crime de extrema crueldade”, afirmou.

A

polícia segue na tentativa de localizar o suspeito. Diligências são

realizadas, mas, até o fechamento desta matéria não haviam

informações sobre a prisão do mesmo. Qualquer informação deve

ser prestada ao 197, número do Disque Denúncia.

Leia

mais: Homem

mata ex-mulher e fere filha da vítima com golpes de faca, na Paraíba

Pleno

do TJ avalia lei que prevê gratuidade em estacionamentos de JP,

Atrizes

paraibanas vencem festival de Gramado, o Oscar do Cinema Nacional

Siga nosso Instagram Facebook e

fique bem informado!

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar