Paraíba

Filho de mulher morta a facadas na PB diz que suspeito já teria feito ameaças

O crime aconteceu na madrugada desta terça-feira (8)

Publicado em 08/06/2021 14:15 Atualizado em 08/06/2021 17:01
logo
Por Redação Portal T5
Filho de mulher morta a facadas na PB diz que suspeito já teria feito ameaças

(Foto: Divulgação/PMPB)

Um dos filhos de Maria Betânia de Sousa, de 41 anos, morta a facadas na madrugada desta terça-feira (8) em Boqueirão no Agreste da Paraíba, conversou com a equipe de reportagem da TV Tambaú e explicou como o crime aconteceu. Anderson Emerson e o irmão precisaram de atendimento médico e foram socorridos para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande após ficarem feridos durante a tentativa de defender a mãe do ex-marido, suspeito do assassinato.

"Ele estava com uma faca na mão, aí eu fui pra cima dele para tentar apartar ele de ir em cima da minha mãe, aí ele deu a facada em mim. E aconteceu o que aconteceu", disse Anderson.

O jovem ainda contou que a mãe e o ex-marido brigavam, mas que ele "não demonstra ser uma pessoa ruim". Segundo Anderson, o suspeito do crime já teria ameaçado a família da vítima. "Só uma vez que ele disse que se alguma coisa e a gente desse parte dele ele ia mandar matar a gente", contou.

Anderson revelou que ele e os irmãos tinham medo do ex-companheiro da mãe, "mas entregava a Deus. Deus sabe o que faz". Segundo o filho de Maria Betânia de Sousa, a seperação do casal teria sido por causa da bebida. "Ele só vivia bebendo, levando minha mãe mau caminho. Minha mãe separou por causa disso".

"Eu já chorei, mas chorar não vai trazer a vida dela. Tem que ser forte nesse momento. Pedir forças a Deus", disse Anderson.

LEIA TAMBÉM:


icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play