Paraíba

Em um ano, Chikungunya cresce 415% na Paraíba

Secretaria de Saúde orienta população ao autocuidado

Publicado em 16/06/2021 08:31 Atualizado em 16/06/2021 12:24
logo
Por Redação Portal T5
O mosquito que transmite arboviroses, Aedes aegypti

O mosquito que transmite arboviroses, Aedes aegypti (Foto: Fotos públicas)

Em 2021, 1.680 casos prováveis de Chikungunya foram registrados pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), na Paraíba. O aumento é de 415%, quando comparado ao mesmo período do ano passado, quando foram apontados 326 casos. 

Até a divulgação do último boletim, publicado no ínicido de junho, foram testadas pelo Lacen (Laboratório Central de Saúde Pública da Paraíba), 1.458 amostras de sorologia para Chikungunya (682 reagentes, 681 não reagentes e 95 indeterminadas).

A SES orienta a população e as secretarias municipais quanto ao autocuidado para eliminação de criadouros do mosquito Aedes aegypti, contribuindo assim, para o controle das arboviroses Dengue, Zika e Chikungunya.

 

Veja também:

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play