Gente famosa

Bebê de álbum do Nirvana volta a processar banda; entenda

Processo anterior foi rejeitado

Publicado em 14/01/2022 21:14
logo
Por Redação Portal T5
Álbum vendeu mais de 30 milhões de cópias em todo o mundo

Álbum vendeu mais de 30 milhões de cópias em todo o mundo (Foto: Reprodução/Instagram)

Hoje com 30 anos, o homem que estampou a capa do álbum Nevermind, de 1991, da banda Nirvana, voltou a processar o grupo de músicos. Isso porque Spencer Elden alegou que a "natureza lasciva de sua imagem" equivalia a "pornografia infantil". Ele acusa a banda de explorá-lo sexualmente.

A nova ação judicial foi apresentada por Elden na última quarta-feira (12), em Los Angeles. O novo processo acontece nove dias depois que o juiz Fernando Olguin rejeitou a versão anterior, porque Elden não havia respondido o pedido dos réus para encerrar o caso.

Na capa do álbum, Spencer Elden, que tinha 4 meses de idade na época, aparece nadando nu em direção a uma nota de US$ 1 perfurada com um anzol. Segundo ele, a imagem, "que ajudou a banda a arrecadar dezenas de milhões de dólares às suas custas", vem causando "danos ao longo da vida".

Entre os dez réus estão o baterista Dave Grohl, o baixista Krist Novoselic, Courtney Love, viúva do vocalista do Nirvana, Kurt Cobain, várias gravadoras e o fotógrafo Kirk Weddle.


Leia também:

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play