Paraíba

TRF5 nega pedido de Habeas Corpus de vereador de CG preso na 'Operação Famintos'

Renan Maracajá segue detido na Penitenciária de Segurança Média Hitler Cantalice, em Mangabeira

Publicado em 31/08/2019 16:01 Atualizado em 18/11/2020 12:39
logo
Por Redação Portal T5
TRF5 nega pedido de Habeas Corpus de vereador de CG preso na 'Operação Famintos'

A justiça negou o pedido de habeas corpus, protocolado pela defesa do vereador do município de Campina Grande, Renan Maracajá. Ele foi preso no último dia 22 de agosto pela Polícia Federal no âmbito da operação 'Famintos'. A decisão foi do desembargador Rogério Fialho, do Tribunal Regional Federal da 5ª Região, em Recife. O vereador segue detido na Penitenciária de Segurança Média Hitler Cantalice, em Mangabeira, Zona Sul de João Pessoa.

Renan é um dos investigados na Operação que apura fraudes em licitações e um desvio de R$ 2,3 milhões na distribuição da merenda escolar na cidade de Campina Grande. Na primeira fase foram cumpridos 67 mandados de busca e apreensão em órgãos públicos e nas residências, escritórios e empresas dos investigados, bem como de 17 mandados de prisão., entre eles o do vereador.

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar