Brasil

Tenente poderá ser expulso e preso após ameaçar PM de estupro e morte

Para o ouvidor da Polícia do Estado de São Paulo, Elizeu Soares Lopes, a conduta do oficial é "ultrajante e inaceitável"

Publicado em 29/04/2021 13:29 Atualizado em 29/04/2021 13:49
logo
Por Redação Portal T5
Policial acusa tenente de assédio sexual

Policial acusa tenente de assédio sexual (Reprodução/Internet)

O tenente da Polícia Militar de São Paulo que está sendo denunciado por assédio sexual, ameaças de estupro e morte a uma policial poderá ser expulso e preso. A soldado, lotada atualmente no 45° Batalhão da Polícia Militar do Interior (BPM/I) de São Paulo, disse que além das ameaças, sofria perseguição no trabalho quando atuava na Capital paulista com ele.

De acordo com a Polícia Militar (PM), o oficial Cássio Novaes foi afastado das funções e um inquérito foi aberto para apurar o caso e segue na Corregedoria da PM. Para o ouvidor da Polícia do Estado de São Paulo, Elizeu Soares Lopes, a conduta do tenente é "ultrajante e inaceitável".

"A sociedade não pode aceitar de forma alguma, em pleno século 21, que alguma pessoa use de sua condição de superior hierárquico para constranger, ameaçar ou assediar, seja sexualmente ou moralmente, uma mulher", assegurou.

Caso a Justiça Militar o condene como culpado, o oficial poderá ser expulso da corporação e preso. Segundo Elizeu, no que diz respeito aos crimes que o tenente está sendo acusado pela soldado, nesse caso ele é julgado apenas no âmbito da Justiça Militar, já que se trata de um crime em função da conduta dele.

Segundo a soldado que denunciou, as investidas do oficial começaram em 2018, quando ele assumiu o comando do Batalhão da Zona Sul de São Paulo e a conheceu durante uma passagem à companhia para a apresentação aos militares.

"Em um momento em que a gente ficou um pouco sozinho, ele assim veio em uma total liberdade, uma intimidade. Mas a gente nunca tinha se visto, né? E me chamou para sair na cara dura", disse ela.

Ela teria dito para ele que era casada e que tinha filhos. "Depois desse dia, minha vida virou um inferno", declarou a soldado.

Prints de mensagens com investidas do oficial na soldado, através de aplicativo de mensagens, foram expostos. Veja:


*Com informações do G1

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play