Paraíba

Pâmela Bório justifica não ter entregue o filho a ex-governador da PB por estar com suspeita de Covid-19

O documento dizendo que ela apresentou sintomas da doença foi apresentado neste domingo (26) ao TJPB

Publicado em 26/04/2020 17:09 Atualizado em 26/11/2020 21:16
logo
Por Redação Portal T5
Pâmela Bório justifica não ter entregue o filho a ex-governador da PB por estar com suspeita de Covid-19

Pâmela Bório justifica não ter entregue o filho a Ricardo Coutinho por estar com suspeita de covid-19
Pâmela Bório justifica não ter entregue o filho a Ricardo Coutinho por estar com suspeita de covid-19

Após boletim de ocorrência registrado por Ricardo Coutinho, ex-governador da Paraíba na tarde do sábado (25), a jornalista Pamela Bório se manifestou e informou através de suas advogadas ao Tribunal de Justiça que não teria desaparecido, e sim, estaria em isolamento por estar apresentando sintomas de covid-19.

Diagnosticada com Covid-19 após teste rápido, paraibana lamenta descrença das pessoas na doença

No documento destinado ao desembargador do Tribunal de Justiça da Paraíba, a defesa afirma que Pâmela esteve com o filho em São Paulo entre os dias 21 de fevereiro e 01 de março, cidade com maior número de infectados pelo coronavírus, e que após esse período ela e o filho passaram a sentir sintomas que foram remediados na época, mas que na última semana retornaram de forma mais sensível.

No texto, as advogadas ainda informam que a jornalista procurou acompanhamento médico e que em momento algum recusou cumprir determinação judicial para entrega do filho, mas que não o fez por contingências de saúde. Também informa que só tomou conhecimento da decisão judicial porque a advogada do ex-governador entrou em contato com a defesa de Pâmela.

Ricardo registrou o boletim, que segundo o documento, tratava de um descumprimento de ordem judicial referente a busca e apreensão de menor, seguido de sequestro e violência de menor. O texto ainda informava que, até a data da entrada do boletim, ele não teria tido notícias da criança e os telefones celulares do filho, de Pâmela e de seu namorado encontravam-se desligados.   

Ao PortalT5, a advogada de Ricardo, Ana Carla Lopes, informou que a justiça determinou que a guarda da criança pertence ao pai e desde a manhã de sexta-feira (24), não era possível entrar em contato com a jornalista. “Ela fugiu com o filho e está desaparecida”, disse.

 Leia mais: Covid-19: Testes rápidos começam a ser feitos na PB

Polícia Federal deflagra "Operação PIEU" neste domingo (26), na Paraíba

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play