Paraíba

MPC pede suspensão de quebra de contrato da Emlur com empresas de lixo

A decisão liminar caberá agora ao conselheiro Antônio Gomes Vieira Filho.

Publicado em 15/04/2021 19:29 Atualizado em 15/04/2021 19:30
logo
Por Redação Portal T5
MPC pede suspensão de quebra de contrato da Emlur com empresas de lixo

Os auditores chefe de divisão e chefe de departamento do Tribunal de Contas da Paraíba (TCE), José Luciano Sousa de Andrade e Evandro Claudino de Queiroga, respectivamente, assinaram nesta quinta-feira (15) um parecer conjunto pedindo que o tribunal suspenda liminarmente o ato da Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur) que quebrou unilateralmente os contratos com empresas de serviços de limpeza urbana de João Pessoa.

O Ministério Público de Contas (MPC), através do seu procurador-geral, Manoel Antônio dos Santos Neto, também endossou o pedido, requerendo a imediata apreciação da cautelar e ainda representou para que o TCE aplique multa pessoal ao superintendente da Emlur, Ricardo José Veloso, por eventuais prejuízos causados ao erário e à sociedade. No final do seu parecer, o procurador-geral ainda encaminhou os autos para o Ministério Público do Trabalho (MPT) para apuração do caso em razão de condições de trabalho dos empregados da Emlur.

A decisão liminar caberá agora ao conselheiro Antônio Gomes Vieira Filho.

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar