Política

Lava Jato do Rio prende procurador do estado suspeito de propina por obras do metrô

O procurador foi preso no apartamento onde mora, em São Conrado, na zona sul da capital fluminense.

Publicado em 01/07/2019 10:56 Atualizado em 18/11/2020 18:19
logo
Por Redação Portal T5
Lava Jato do Rio prende procurador do estado suspeito de propina por obras do metrô

GABRIEL SABÓIA
RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) - A força-tarefa da Operação Lava Jato do Rio de Janeiro prendeu, na manhã desta segunda-feira (1º), o procurador do estado Renan Saad. Ele é suspeito de ter recebido mais de R$ 1,2 milhão da Odebrecht para alterar o projeto original de construção da linha 4 do metrô, modificando o traçado original da obra e elevando os seus custos -o projeto original, orçado em R$ 3 bilhões, teve um custo final em torno de R$ 11 bilhões.

+ Duratex encerra operação no RS e vai distribuir produção para Paraíba e Pernambuco

Segundo a investigação, Saad teria agido de forma decisiva para possibilitar as ações criminosas da organização liderada pelo ex-governador Sérgio Cabral (MDB) e gerado prejuízo aos cofres públicos. O procurador foi preso no apartamento onde mora, em São Conrado, na zona sul da capital fluminense.

+ Vaticano anuncia que Irmã Dulce será canonizada no dia 13 de outubro

As investigações apontam que Saad era conhecido nas planilhas da Odebrecht pelo apelido "Gordinho". Em delação premiada, o ex-diretor de contratos da Odebrecht Marcos Vidigal do Amaral apontou o procurador como recebedor de propina.

+ Estratégia de Neymar ao vazar fotos pode isentá-lo de crime virtual

Para que as modificações na obra do metrô e do contrato original fossem realizadas, seria necessária uma nova licitação. Saad, no entanto, valeu-se do cargo para permitir que as alterações fossem feitas sem a necessidade de uma disputa, em favor da Odebrecht.

O pagamento feito a ele, também de acordo com a delação, teria sido feito por meio do Departamento de Operações Estruturadas da Odebrecht -o setor responsável pelo pagamento de propinas da empreiteira. A reportagem tenta contato com a defesa de Saad.

Leia Também:

+ Ex-BBBs Gleici Damasceno e Wagner Santiago terminam namoro

+ Taylor Swift acusa empresário de Justin Bieber de promover bullying; cantor rebate

+ Saiba como usar o app que te transforma em boneco e viralizou no Instagram

+ Vídeo: veja o momento em que fogueira explode deixando prefeito e primeira-dama feridos

+ Esposa de Xand Avião fortalece rumores de traição após foto sem aliança; veja

+ Saiba como usar o app que te transforma em boneco e viralizou no Instagram

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play