TV Tambaú
Jovem Pan
Nova Brasil Maceió
º
Assassinato de professor em JP

'Suspeito tem problemas mentais e não lembra do que ocorreu', diz defesa

Advogado confirmou que a arma usada no crime era do próprio Antônio Francisco de Sales, mas não soube explicar por que uma pessoa com problemas psiquiátricos possuía porte de arma

Por Redação T5 Publicado em
CRIME JOSE AMERICO jpeg
Vítima não resistiu aos ferimentos e morreu no local (Foto: Michel Andrade / RTC)

O policial militar aposentado que matou um professor na manhã desta terça-feira (12) disse que não se lembra do crime. Foi o que revelou o advogado Ideltônio Moreira, em entrevista ao programa O Povo na TV, da TV Tambaú.

Segundo a defesa, Antônio Francisco de Sales, de 80 anos, tem problemas psiquiátricos e faz uso de medicamentos controlados. O idoso alega que não sabe por que atirou no professor. A Polícia Civil investiga se vítima e suspeito se conheciam.

"A defesa tem dois laudos que comprovam que o policial aposentado tem problemas mentais. Ele pouco lembra do que ocorreu. Por enquanto, não há evidências de premeditação do crime. Como não temos dados concretos sobre esse fato, não sabemos como a acusação será formalizada. Por hora, vamos aguardar a realização do exame de corpo de delito e da audiência de custódia", disse o advogado Ideltônio Moreira.

A defesa confirmou que a arma usada no crime era do próprio Antônio Francisco de Sales, mas não soube explicar por que uma pessoa com problemas psiquiátricos possuía porte de arma.

"Isso é algo que deve ser questionado aos profissionais responsáveis pelo controle de armas", pontuou.

O crime

Antônio Francisco de Sales matou o professor de Matemática Luecir José de Brito Silva com cinco tiros, na manhã desta terça-feira (12), em João Pessoa. O crime aconteceu no bairro José Américo, próximo à escola onde o professor dava aulas. A filha dele, uma adolescente de 13 anos, que estuda no local, presenciou o assassinato. Câmeras de segurança da região registraram o crime.

Um policial civil ia passando pela localidade no momento dos disparos e conseguiu impedir a fuga do policial aposentado, que foi preso em flagrante. Ele foi levado para a Delegacia de Homicídios.



Relacionadas