TV Tambaú
Jovem Pan
Nova Brasil Maceió
º
energia elétrica

Confira dicas de como economizar na conta de energia

Conhecer esses detalhes proporciona uma vantagem significativa, permitindo acompanhar o consumo e adotar medidas para economizar mensalmente

Por Carlos Rocha Publicado em
Confira como é formada e dicas de como economizar na conta de luz
Confira como é formada e dicas de como economizar na conta de luz (Foto: Reprodução)

Consumir energia elétrica de forma mais eficiente é uma atitude que não apenas beneficia o bolso do consumidor, mas também contribui para a sustentabilidade do planeta. Para alcançar essa eficiência, é essencial entender como a conta de luz é elaborada e quais fatores influenciam a composição da tarifa. Conhecer esses detalhes proporciona uma vantagem significativa, permitindo acompanhar o consumo e adotar medidas para economizar mensalmente.

O preço da tarifa de energia é determinado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que regula e fiscaliza o setor elétrico no Brasil. A definição dos valores de reajuste ou revisão tarifária é feita pela Aneel, levando em consideração normas específicas para cada concessionária.

Para entender a composição da tarifa, é possível dividir o sistema de energia em três etapas principais: geração, transmissão e distribuição. Cada uma dessas etapas envolve custos específicos que são somados para compor a conta de luz. A Agência Nacional de Energia Elétrica estabelece os valores de acordo com regulamentações federais, incluindo encargos, impostos e custos de geração e transmissão.

A divisão dos custos da tarifa é feita de forma a contemplar diferentes agentes do setor elétrico. Do total da fatura, aproximadamente 26% são destinados à distribuidora de energia, que realiza investimentos e manutenção nas redes. As geradoras recebem cerca de 33,4% e as transmissoras, 8,1%. Encargos e tributos do governo correspondem a cerca de 32,4% do valor total.

A conta de energia elétrica é composta pela soma dos custos de geração e transmissão de energia, encargos, impostos e distribuição. Ao analisar a fatura, o consumidor pode identificar os valores destinados a cada etapa do processo produtivo da energia.

A conscientização sobre o consumo de energia é fundamental para economizar. Pequenas mudanças nos hábitos diários podem resultar em economia significativa. Algumas dicas incluem:

  • Substituir lâmpadas fluorescentes e incandescentes por LED, que consomem até 85% menos energia.
  • Desligar aparelhos eletrônicos da tomada quando não estiverem em uso.
  • Reduzir o tempo no banho, economizando energia elétrica e água.
  • Evitar abrir a geladeira frequentemente, para não forçar o motor a gastar mais energia.
  • Utilizar o ar-condicionado em temperatura moderada (por exemplo, 23°C) e manter portas e janelas fechadas.
  • Manter os filtros do ar-condicionado limpos para melhor eficiência.

Para auxiliar na compreensão dos detalhes da conta de energia, a websérie "O Descomplicador" oferece um vídeo explicativo que divide e detalha cada custo, semelhante a uma pizza fatiada. Essas informações permitem aos consumidores tomar decisões informadas sobre seu consumo de energia elétrica, contribuindo para um uso mais consciente e eficiente.

Leia também:



Relacionadas