TV Tambaú
Jovem Pan
Nova Brasil Maceió
º
SUPEROU EXPECTATIVAS

Paraibano conquista prata no mundial de jiu-jitsu, nos Emirados Árabes

Atleta, que estreou na faixa laranja, lutou com garotos mais velhos e mais pesados

Por Dennison Vasconcelos Publicado em
Athur Piloto no campeonato mundial de jiu-jitsu
Athur Piloto no campeonato mundial de jiu-jitsu (Foto:Reprodução/Assessoria de comunicação)

O paraibano, Arthur Piloto, após ser bicampeão no campeonato Sul-Americano Kids de jiu-jitsu, no Rio de janeiro, em agosto, deste ano, teve outra vitória nos tatames. Nesta segunda-feira (14), o atleta de 12 anos conquistou a medalha de prata no campeonato mundial World Professional Jiu-Jitsu Championships 2022, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes.

O lutador, que estreou na faixa laranja, lutando com garotos mais velhos e mais pesados, superou as expectativas e conquistou a segunda colocação.Lembrando que o atleta faturou, em 2021, o título de campeão, nos Emirados Árabes.

Apesar dos desafios enfrentados, nesta competição, Arthur comemorou a conquista da medalha de prata como se fosse a de ouro: “Obrigado meu Deus! Faz quatro anos que iniciei no jiu-jitsu e não imaginei chegar tão longe, representar a minha João Pessoa, minha Paraíba e o meu Brasil, não tem preço. Sou só gratidão. Obrigada, também, ao governador João Azevedo por incentivar o esporte, na Paraíba, por meio do Programa Bolsa Esporte que, inclusive, fui contemplado pelo segundo ano consecutivo, recentemente. Além disso, quero estender meus agradecimentos aos meus treinadores que me acompanham, diariamente, na preparação física e técnica”.

O técnico, de Arthur Piloto, Valdênio Mendes avaliou a performance do atleta: “Arthur era o mais novo e o mais leve da categoria, mas isso não o intimidou. Ele ganhava a luta na disputa pelo ouro, porém, quando faltava oito segundos para a competição acabar, o adversário empatou a partida e, pelas regras, quem faz o último ponto e empata, ganha a luta. Foi por pouco”. 

Próximo desafio

Arthur Piloto se prepara para tentar conquistar um título inédito para o Nordeste, no Campeonato Europeu de Jiu-Jitsu, que acontece no dia 4 de dezembro, na Irlanda e é organizado pela Federação Internacional de Jiu-Jitsu (IBJJF).

Trajetória

Com apenas 12 anos, o paraibano e bicampeão Arthur Piloto já tem currículo de gente grande e coleciona, aproximadamente, 100 medalhas de ouro, reunindo todas as competições. O atleta iniciou no jiu-jitsu aos oito anos de idade e, em apenas quatro anos de competição, conquistou os títulos mais importantes no cenário mundial, tornando-se um prodígio e uma referência, no cenário internacional do jiu-jitsu Kids.

A última grande disputada foi no Sul-Americano, no Rio de Janeiro, em agosto, deste ano, onde lutou na categoria superpesado (até 60kg, na faixa amarela) e se consagrou bicampeão, ganhando mais uma vez a medalha de ouro, tornando-se o único bicampeão, no campeonato Sul-Americano, das Américas e do Nordeste.

Entre as principais vitórias estão: os títulos de bicampeão brasileiro pela Confederação Brasileira, no campeonato, em São Paulo, em 2019 e 2022; pelas Confederações Internacionais, no Pan-Americano, nos Estados Unidos, em 2020, 2021 e 2022 sendo, neste caso, o primeiro paraibano infantil a disputar e ganhar o evento, além de, atualmente, ser o único nordestino bicampeão; pela Confederação Internacional, no Sul-Americano, no Rio de Janeiro, em 2019 e 2022, e campeão mundial, na categoria pesado, aos 11 anos, pela Confederação dos Emirados Árabes, em Abu Dhabi, em 2021.

Veja também: 



Relacionadas