TV Tambaú
Jovem Pan
Nova Brasil Maceió
º
entrevista

Mãe de jovem morta após fake news envolvendo Whindersson chora e pede Justiça

Dona Inês conversou com a TV Parnaíba, que fica em Minas Gerais

Por Carlos Rocha Publicado em
Mãe de jovem morta após fake news envolvendo Whindersson chora e pede Justiça
Mãe de jovem morta após fake news envolvendo Whindersson chora e pede Justiça (Foto: Reprodução/ Redes Sociais)

Emocionada, Dona Inês, mãe de Jéssica Vitória, encontrada morta após ter seu nome envolvido em prints falsos de suposta conversa com Whindersson Nunes, concedeu sua primeira entrevista na qual pediu por Justiça e também fez um alerta sobre os danos causados pelos ataques virtuais. Ela conversou com a TV Parnaíba, que fica em Minas Gerais.

"É tudo o que eu quero, que mostrem que tem Justiça neste Brasil ainda. Para que nenhuma outra mãe passe pelo que eu estou passando. Essa tamanha dor, perder sua filha dessa maneira", desabafou Dona Inês, visivelmente emocionada.

A mãe de Jéssica relembrou o sofrimento da filha diante dos ataques. "Ela chegava aqui chorando: 'mamãe, pede a eles para parar, porque eu não estou aguentando. Faz alguma coisa, mamãe'. O que eu podia fazer? Eu só gravei um vídeo pedindo a eles, pelo amor de Deus, que parassem. Se eles tivessem parado, capaz que a minha filha hoje estaria aqui."

Dona Inês ressaltou que Jéssica não possuía redes sociais, destacando a falsidade das informações propagadas. "Foram no meu Instagram, tiraram print das fotos dela no meu Instagram. Mentiram que ela tinha caso com o moço, sendo que nem rede social ela tinha."

A Polícia Civil de Minas Gerais está investigando as circunstâncias da morte de Jéssica Canedo e apurará se houve algum induzimento, instigação ou auxílio ao suicídio. Um representante da polícia afirmou: "A Polícia Civil vai investigar se houve algum induzimento, instigação ou auxílio a esse suicídio."

Jéssica Canedo, de apenas 22 anos, tornou-se alvo de notícias falsas que a apontavam como um affair de Whindersson Nunes. Supostas capturas de conversas entre Whindersson e Jéssica foram divulgadas por páginas de fofoca nas redes sociais, como a Choquei.

Whindersson lamentou a situação e expressou sua tristeza. "Estou extremamente triste. Voltei ao dia em que perdi meu filho. Que ninguém passe pela dor de enterrar um filho", disse em nota enviada por sua assessoria.

A página Choquei defendeu-se, afirmando que todas as publicações foram feitas com base em dados disponíveis no momento e em estrito cumprimento das atividades habituais decorrentes do exercício do direito à informação. Usuários do Instagram pedem a remoção da página e ações judiciais.

O fotógrafo Raphael Souza, administrador da Choquei, suspendeu as publicações e fechou seu perfil pessoal no Instagram após a repercussão. A página, conhecida por sua rapidez na divulgação de notícias, acumula mais de 21 milhões de seguidores.

Caso você tenha pensamentos suicidas, procure ajuda especializada como o CVV e os Caps (Centros de Atenção Psicossocial) da sua cidade. O CVV funciona 24 horas por dia pelo telefone 188 e também atende por e-mail, chat e pessoalmente. São mais de 120 postos de atendimento em todo o Brasil.

Leia também:



Relacionadas