Brasil

Estudo encontra medicamento capaz de reduzir mortes por Covid-19

Segundo pesquisadores da Oxford, a dexametasona, um corticoide, se mostrou efetivo no tratamento de casos graves da doença

Publicado em 17/06/2020 06:10 Atualizado em 26/11/2020 19:27
logo
Por Redação Portal T5
Estudo encontra medicamento capaz de reduzir mortes por Covid-19

Um estudo preliminar realizado pela Universidade de Oxford, no Reino Unido, pode ter encontrado um remédio capaz de ajudar na recuperação de pacientes gravemente doentes com Covid-19.

Em nota divulgada na terça-feira (16), os pesquisadores revelaram que 6.000 pacientes se submeteram ao tratamento e um terço apresentou melhora significativa ao usar a dexametasona, um corticoide.

Durante o teste, a equipe ofereceu o medicamento a 2 mil pacientes internados e os comparou com outros 4 mil que não receberam a droga. Para pacientes em respiradores, o risco de morte caiu em 40%, já para aqueles que estavam utilizando oxigênio a taxa foi de 25% a 20%.

No estudo, os pesquisadores afirmaram que se o remédio tivesse sido usado desde o início da pandemia no país mais de 5 mil vidas poderiam ter sido salvas.

"Dexametasona é a primeira droga que comprovadamente melhora as chances de sobrevivência da Covid-19. A recomendação é que, a partir de agora a dexametasona se torne padrão no tratamento desses pacientes. O medicamento é barato e pode salvar vidas ao redor do mundo imediatamente", explicou Peter Horby, pesquisador e chefe do estudo.

A análise completa será publicada em breve. A Organização Mundial da Saúde (OMS) ainda não se pronunciou sobre a descoberta.

Pandemia no Brasil

O laboratório chinês Sinovac Biotech anunciou que a vacina em teste para a Covid-19 induziu a produção de anticorpos em mais de 90% dos pacientes que receberam a dose. A substância é a mesma que será aplicada em voluntários brasileiros no Instituto Butantan, em São Paulo.

A estimativa é de que a vacina "Coronavac" esteja disponível no primeiro semestre de 2021.

SBT

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play