Paraíba

Cotada para a PB, Coronavac tem 78% de eficácia em pesquisa aplicada no Brasil

O governo da Paraíba e a prefeitura de João Pessoa negociam o imunizante de maneira paralela ao Ministério da Saúde

Publicado em 07/01/2021 12:45 Atualizado em 07/01/2021 13:12
logo
Por Carlos Rocha
Cotada para a PB, Coronavac tem 78% de eficácia em pesquisa aplicada no Brasil

De acordo com o jornal O Estado de S. Paulo, o governo paulista declarou que a vacina produzida em parceria entre o laboratório chinês Sinovac e o Instituto Butantan, a Coronavac, tem 78% de eficácia em pesquisaa plicada no Brasil. A informação foi publicada no final da manhã desta quinta-feira (7). O prefeito de João Pessoa, ainda no ano passado, após eleito, iniciou diálogo sobre o imunizante e visitou as instalações do Instituto.

Cícero esteve com o presidente do Conselho Curador da Fundação Butantan e Diretor do Instituto Butantan, Dimas Tadeu Covas. O encontro foi para a iniciação do diálogo sobre a aquisição da Vacina Sinovac.

"Tivemos um primeiro diálogo bastante promissor e passarei as informações para o governador, João Azevedo, para que possamos formalizar um acordo entre o Executivo Estadual e o Instituto Butantan, e consolidarmos o processo de aquisição da Vacina Sinovac assim que possível", escreveu em suas redes sociais.

No início do mês passado, o governador da Paraíba, João Azevedo (Cidadania), informou que o estado está em negociação com o Instituto e o Governo de São Paulo para a aquisição de doses da vacina contra a Covid-19. O governador ressaltou que a iniciativa é paralela ao plano de imunização do Ministério da Saúde.

"A Paraíba está em negociação com o Instituto Butantan e a Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo para aquisição de doses da vacina contra a Convid-19. Essa é uma ação paralela ao plano do Ministério da Saúde, para nos anteciparmos e começarmos a vacinação o quanto antes", escreveu

O Instituto Butantan começou nesta segunda-feira (7) a produção da CoronaVac, vacina contra a covid-19 desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac. O governo de São Paulo também anunciou o plano de vacinação para o Estado. As doses devem começar a ser aplicadas por lá em 25 de janeiro.

São Paulo recebeu, na última quinta (3), um lote de 600 litros de matéria-prima para a fabricação do imunizante. Segundo o governador João Doria (PSDB), os insumos serão suficientes para a produção de 1 milhão de doses da CoronaVac.

Leia mais:

+ Cotada para a PB, Coronavac tem 78% de eficácia em pesquisa aplicada no Brasil

+ Confira o ranking das músicas mais tocadas de Genival Lacerda

+ "Se o problema for amor, pode voltar que ainda tem", diz Gkay

+ Jogador brasileiro de futebol morre após parada cardiorrespiratória

+ Enterro de Genival Lacerda acontecerá em Campina Grande

+ Prefeitura de Campina Grande decreta luto oficial de três dias pela morte de Genival Lacerda

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play