TV Tambaú
Jovem Pan
Nova Brasil Maceió
º
DIVULGAÇÃO

Veja o calendário do Bolsa-Família para o mês de maio

Benefício é destinado a famílias com renda per capita de até R$ 218; pagamento será antecipado para moradores do RS

Por SBT Publicado em
Cartão do Bolsa Família
Benefício é destinado a famílias com renda per capita de até R$ 218 (Foto: Senado Federal / Flickr)

O governo federal liberou o calendário do Bolsa Família referente ao mês de maio. Como de costume, as parcelas, no valor médio de R$ 686, serão distribuídas nos últimos 10 dias úteis do mês, começando pelos beneficiários com o dígito final do Número de Identificação Social (NIS) 1. O primeiro pagamento será feito no dia 17.

Além da parcela tradicional de R$ 600, as famílias irão receber o acréscimo de R$ 150 por crianças de até seis anos, bem como mais R$ 50 para cada integrante da família com idade entre sete e 18 anos incompletos e para gestantes. O complemento, segundo o governo, é calculado para garantir que todos os beneficiários recebam mais de R$ 600.

Assim que cair na conta, o dinheiro poderá ser sacado em até 120 dias em terminais de autoatendimento, lotéricas e agências bancárias da Caixa. Para aqueles que preferirem, o recurso também poderá ser movimentado virtualmente, por meio do aplicativo Caixa Tem.

Confira o calendário completo:

NIS terminado em 1: 17 de maio

NIS terminado em 2: 20 de maio

NIS terminado em 3: 21 de maio

NIS terminado em 4: 22 de maio

NIS terminado em 5: 23 de maio

NIS terminado em 6: 24 de maio

NIS terminado em 7: 27 de maio

NIS terminado em 8: 28 de maio

NIS terminado em 9: 29 de maio

NIS terminado em 0: 31 de maio

O Bolsa Família é destinado a famílias com renda per capita de até R$ 218, consideradas na linha da pobreza. O período de validade do benefício é de 24 meses, sem que haja o cancelamento dos pagamentos caso a família alcance renda superior ao definido.

Para receber o benefício, é preciso estar inscrito no Cadastro Único (CadÚnico) e atender a condições na área da saúde e educação. Entre os requisitos estão: frequência escolar mensal mínima de 60% para crianças de quatro e cinco anos e de 75% para estudantes de seis a 18 anos, atualização da carteira de vacinação e pré-natal para gestantes.

Pagamento antecipado

Os moradores de municípios com situação de emergência ou estado de calamidade pública reconhecidos pelo governo federal, como o Rio Grande do Sul, terão o pagamento do Bolsa Família antecipado. Neste caso, os beneficiários terão o pagamento unificado no primeiro dia (17), ou seja, sem seguir o escalonamento previsto conforme final do NIS.



Relacionadas