TV Tambaú
Jovem Pan
Nova Brasil Maceió
º
ajuda humanitária

Bombeiros da PB e equipamentos são colocados à disposição para ajudar vítimas das chuvas no RS

Os militares devem ser enviados nesta segunda (6) para prestar apoio no RS.

Por Redação Publicado em
RS FOTO SECOM RS 2
Pelo menos 103 pessoas seguem desaparecidas e milhares de desabrigados. (Foto: Secom/ RS)

Equipes do Corpo de Bombeiros da Paraíba estão à disposição para ajudar as vítimas das fortes chuvas que atingem o Rio Grande do Sul desde o dia 26 de abril.

Ao Portal T5, a comunicação do Corpo de Bombeiros da Paraíba informou que os militares especializados serão enviados nesta segunda-feira (6) para o Rio Grande do Sul para fazer parte dos resgates e salvamentos.

Conforme a Defesa Civil do Rio Grande do Sul, 78 mortes foram confirmadas e outros quatro óbitos ainda estão em investigação. Pelo menos 105 pessoas estão desaparecidas e 175 pessoas ficaram feridas. O número de desalojados é de 115.844, 18.487 pessoas estão em abrigos e o estado tem 844.673 pessoas afetadas pelas chuvas.

O governador da Paraíba, João Azevêdo, publicou no antigo Twitter, atual X, que as forças de segurança do Estado estão à disposição para socorrer às vítimas da tragédia. "Diante de tudo que tem vivido o Rio Grande do Sul, manifestamos toda nossa solidariedade ao povo gaúcho. Em contato com o governador Eduardo Leite, colocamos as forças de segurança do nosso Estado à disposição para auxiliar no socorro às vítimas dessa catástrofe climática", publicou o governador.

Clique aqui e saiba como doar para ajudar o Rio Grande do Sul.

Em nota, o Consórcio Nordeste informou que todos os estados do Nordeste estão unidos para prestar auxílio humanitário para combater os efeitos do desastre natural.

Conforme o Consórcio Nordeste, serão enviados da Paraíba para apoio no Rio Grande do Sul:

- 02 Viaturas tipo ABS

- ⁠02 Embarcações infláveis

- ⁠02 Equipes de salvamento

- ⁠02 Binômios certificados em restos mortais

- ⁠02 Viaturas de canil

Diversos municípios do Rio Grande do Sul estão ainda debaixo d'água. Conforme balanço divulgado na tarde deste domingo (5), mais de 420 mil pontos no estado seguem sem energia elétrica e 839 mil residências (27%) sem abastecimento de água. Mais de 780,7 mil pessoas já foram afetadas.



Relacionadas