TV Tambaú
Jovem Pan
Nova Brasil Maceió
º
mudança

UFPB adia início do cadastramento de aprovados no SiSU

A divulgação dos resultados, inicialmente prevista para terça-feira (30), ocorreu apenas na noite da quarta-feira (31)

Por Carlos Rocha Publicado em
Universidade Federal da Paraíba
Universidade Federal da Paraíba (Foto: Reprodução / UFPB)

A Universidade Federal da Paraíba (UFPB) anunciou o adiamento do cadastramento obrigatório para os aprovados no Sistema de Seleção Unificado (SiSU) 2024, em virtude da alteração no cronograma promovida pelo Ministério da Educação (MEC). A divulgação dos resultados, inicialmente prevista para terça-feira (30), ocorreu apenas na noite da quarta-feira (31).

O edital retificado, com os novos prazos, foi publicado nesta quinta-feira (1º). A principal mudança ocorreu no período de cadastramento, que agora terá início nesta sexta-feira (2) e se encerrará na segunda-feira (5), com a possibilidade de realização durante o sábado (3) e domingo (4). É importante observar os horários, iniciando às 8h no dia 2 e encerrando às 16h no dia 5. A retificação dos documentos permanece marcada para o dia 7 de fevereiro, das 0h às 17h, permitindo apenas uma única retificação.

O cadastramento obrigatório é uma etapa essencial antes da efetivação da matrícula nos cursos e deve ser realizado exclusivamente pela internet, utilizando o Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (SIGAA).

Para acessar o SIGAA e efetuar o cadastramento, é necessário utilizar o código de acesso enviado para o e-mail registrado durante a inscrição no SiSU/2024. O envio dos documentos comprobatórios deve ser realizado em um único arquivo em formato PDF, seguindo os requisitos da modalidade de vaga (ampla concorrência ou cotista) para a qual o candidato foi selecionado.

A coordenadora acadêmica da PRG, professora Adriana Mascarenhas, destaca que as mudanças feitas pelo MEC, como a inclusão da cota para quilombolas e a redução da renda bruta familiar per capita, implicaram em alterações nos documentos exigidos para o cadastramento na UFPB.

Com relação à inclusão da cota de quilombola, a professora observa que a declaração é feita por meio de autodeclaração do candidato e documento comprobatório de pertencimento ao povo quilombola, emitido por liderança reconhecida pela Fundação Cultural Palmares. Candidatos de baixa renda devem apresentar comprovante de inscrição atualizado no CadÚnico.

Os candidatos devem acompanhar o resultado da análise documental pelo SIGAA e no site da PRG da UFPB. Em caso de indeferimento, será permitida uma única retificação. A não realização de qualquer fase do cadastramento nos períodos estabelecidos resultará na perda do direito à vaga.

Lista de Espera

Após a chamada regular, as vagas não ocupadas e/ou provenientes de desistências serão preenchidas por meio de uma chamada da lista de espera. Os estudantes interessados em participar devem sinalizar seu interesse no Portal Único de Acesso ao Ensino Superior até 7 de fevereiro, conforme estabelecido pelo edital.



Relacionadas