TV Tambaú
Jovem Pan
Nova Brasil Maceió
º

Grupo nas redes sociais reúne vagas de trabalho e ajuda desempregados a procurar trabalho

​A taxa de desemprego no Brasil é uma das maiores da história. Nos últimos 3 anos, as demissões superam as contratações.

Por Redação T5 Publicado em
Vagas de emprego Portal T5

A taxa de desemprego no Brasil é uma das maiores da história. Nos últimos 3 anos, as demissões superam as contratações. Entre 2015 e 2017 o país fechou um total de 2,88 milhões de postos. Esse alto índice tem reflexos em todas as áreas de trabalho, e na Paraíba a situação não tem sido muito diferente do cenário nacional.

+ Mulher perde a memória, esquece até do noivo, e descobre doença causada por estresse

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou que no fim de 2017 pelo menos 1,5 milhão de paraibanos estava sem trabalhar. Esse número representa 174 mil pessoas que já estavam desempregadas e outras 1,4 milhão que poderiam estar trabalhando, mas estão fora do mercado.

+ Romero diz estar surpreso com desistência de Cartaxo

A boa notícia é que existe uma infinidade de formas de retomar o serviço. Um bom exemplo é usar as redes sociais. Assim fez a empresária Ana Karla. Há quatro anos ela teve a ideia de criar uma rede de ajuda na internet. Quando começou havia somente 5 pessoas e hoje tem mais de 35 mil.

A internet, que antes era apenas uma distração, tornou-se meio de trabalho e rendeu até uma empresa, e a rede de ajuda, não para de crescer.

+ Visto pela última vez brincando na rua de casa, menino de 7 anos continua desaparecido

“Ao longo desses quatro anos muita gente voltou para o mercado de trabalho e se capacitou. Eu ainda não estava satisfeita e resolvi criar uma empresa de eventos para ajudar pessoas do próprio grupo”, explicou.

E foi através do contato com as redes sociais que Jéssica Santos conseguiu finalmente o tão sonhado emprego.

“Entrei em contato com ela, me coloquei à disposição para a vaga e consegui. Fui trabalhando e através dessas atividades temporárias, consegui um emprego fixo”, relatou.

+ Luciano Cartaxo desiste de candidatura ao governo da Paraíba



Relacionadas