segunda-feira, 30 de novembro de 2020
Busca

Portal T5

Turismo

Fortaleza de Santa Catarina, em Cabedelo, está em programa de concessões do Governo Federal

União pretende recuperar investimentos públicos aplicados nos locais

Por Redação Portal T5

07h40 - Atualizado 19/08/2020 às 07h59
Foto: Arquivo/Ewerton Correia/RTC

A Fortaleza de Santa Catarina, no município de Cabedelo, no Litoral Norte da Paraíba, está no Programa de Parcerias e Investimentos da Presidência da República (PPI).ebc.png?id=1314146&o=nodeebc.gif?id=1314146&o=node

O decreto editado pelo presidente Jair Bolsonaro nessa terça-feira (18) ainda qualifica o Forte Nossa Senhora dos Remédios, em Fernando de Noronha (PE), o Forte Orange, na Ilha de Itamaracá (PE), e a Fazenda Pau D`Alho, em São José do Barreiro (SP) no projeto.

Em nota, a Secretaria-Geral da Presidência da República informou que a concessão desses pontos turísticos à iniciativa privada, para sua exploração com fins comerciais, deve "promover a recuperação dos investimentos públicos realizados e o custeio da manutenção, além da preservação do patrimônio histórico e cultural nacional".

De acordo com a pasta, "a iniciativa proporcionará o aumento do fluxo turístico nacional e internacional com consequente benefício para as regiões, como a geração de emprego, renda e desenvolvimento socioeconômico, aumento da arrecadação de impostos e melhoria dos serviços prestados à comunidade local e aos visitantes".

Histórico 

A construção primitiva data de 1585, e foi construída em taipa de pilão (madeira de taipa) pelo alemão Cristóvão Linz, por iniciativa do Capitão-mor Frutuoso Barbosa, em local por ele escolhido, sendo batizada de Fortaleza de Santa Catarina. Quando o capitão deixou Cabedelo, a fortaleza foi destruída pelos indígenas, sendo reconstruída no início do século XVII. Resistiu aos ataques holandeses até 1634, quando por fim estes tiveram vitória.

Em 1586, o governo de Frutuoso Barbosa reconheceu a necessidade urgente de se construir um forte para a defesa da Cidade de Nossa Senhora das Neves. Escolheu-se a ponta de terra à margem direita do Rio Paraíba, no local denominado Cabedelo, que significa ponta de areia ou pequeno cabo conforme Câmara Cascudo. O Forte foi construído na parte mais extrema do cabo, dominando toda a embocadura do rio que dá acesso à cidade edificada 18 Km rio acima.

Com informações de Agência Brasil e Paraíba Criativa