Paraíba

Vídeo: enfermeiros protestam contra salários em edital no concurso da Fundação PB Saúde

Conselhos de classe de outras categorias, como nutrição e farmácia, também repudiaram os valores praticados no certame.

Publicado em 06/07/2021 12:10 Atualizado em 06/07/2021 18:11
logo
Por Redação Portal T5
Grupo de reuniu na Praça dos Três Poderes

Grupo de reuniu na Praça dos Três Poderes (Imagem: Reprodução / TV Tambaú)

Enfermeiros e representantes do sindicato da categoria realizaram um protesto nesta terça-feira (6), na Praça dos Três Poderes, Centro de João Pessoa. O grupo reivindica condições impostas no novo edital publicado com validade no concurso da Fundação PB Saúde, do governo do estado.

Conselhos de classe de outras categorias, como Nutrição e Farmácia, repudiaram a remuneração praticada no documento – considerada abaixo do piso e com relação ao pago habitualmente nas unidades de saúde públicas e particulares.

O Ministério Público do Trabalho na Paraíba (MPT-PB), por exemplo, notificou a direção da Fundação. Uma audiência presencial deve acontecer na próxima quinta-feira (8), às 10 h, na Sede do MPT-PB, na capital.

“Nós pedimos a retificação deste salário [R$ 1.500] que é para o grau de complexidade que requer a nossa função. A carga horária praticada nos hospitais do estado é de 30 horas. E essa ofertada é de 40 horas”, finalizou Milca, representantes do grupo, em entrevista à TV Tambaú.

Em nota, a Secretaria de Estado da Saúde informou que "estão publicados no edital os salários base ou as remunerações de referência de algumas jornadas de trabalho específicas de algumas profissões da saúde. Os vencimentos finais com reflexos e benefícios previstos na CLT e nos instrumentos de remuneração da PB SAÚDE são maiores e em linha com as praticadas em instituições públicas e privadas na Paraíba". 

Revelou ainda, na mesma nota, que "os editais não publicam demonstrativos de pagamentos para selecionar pessoas, posto que as remunerações finais mudam a depender das jornadas de trabalho mensais cumpridas. Garantimos que todos os benefícios previstos na CLT estão contemplados nos empregos ofertados pela PB SAÚDE neste concurso, o que é um avanço histórico em seguridade social e dignidade para os profissionais de saúde na Paraíba".

O secretário de saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros explicou à imprensa "que o edital divulgou apenas o salário base previsto na CLT, e que há reflexos sobre este salário, como férias, adicional de ⅓, 13º salário, descanso semanal remunerado, recolhimento de FGTS e correção salarial anual por meio de acordos trabalhistas".

 


icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play