Brasil

Veja passo a passo como será o pagamento da 2ª parcela do auxílio emergencial

Benefício atenderá mais de 50 milhões de brasileiros

Publicado em 15/05/2020 17:28 Atualizado em 26/11/2020 20:33
logo
Por Redação Portal T5

O vice-presidente da Rede de Varejo da CAIXA, Paulo Henrique Angelo, divulgou informações técnicas sobre como a segunda parcela do auxílio emergencial deve ser creditado. As informações foram dadas em uma transmissão ao vivo que pode ser reassistica à direita.

Nesta sexta-feira(15), o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni; o presidente da Caixa Econômica, Pedro Guimarães; e o presidente da Dataprev, Gustavo Canuto; explicaram, no Palácio do Planalto, detalhes de como será o pagamento da segunda parcela do auxílio emergencial.

Cidades do Litoral Sul da PB devem adotar providências para evitar colapso funerário

Ministério Público denuncia ex-governador Ricardo Coutinho por corrupção passiva

Também participaram do evento, o secretário-executivo do Ministério da Cidadania, Antônio José Barreto; a vice-presidente de Governo da Caixa, Tatiana Thomé; e o vice-presidente de Tecnologia e Digital da Caixa, Cláudio Salituro.

Ao todo, cerca de 50 milhões de pessoas estão inscritas no programa. O benefício é pago para trabalhadores informais e pessoas de baixa renda, inscritos do cadastro social do governo e no Bolsa Família.

A Caixa Econômica Federal começará a creditar a segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600 a partir da próxima segunda-feira (18), informou o presidente do banco estatal, Pedro Guimarães, durante a live semanal do presidente Jair Bolsonaro ontem (14). 

Com alerta de chuvas para as próximas horas, Defesa Civil monitora áreas de risco em JP

"Onde iremos parar", dispara governador da PB sobre saída de Ministro da Saúde

Governo divulga calendário da segunda parcela do auxílio emergencial

O Ministério da Cidadania divulgou, hoje (15), o calendário de pagamento e saques da segunda parcela de R$ 600 do auxílio emergencial, pago em três parcelas, destinado aos trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autônomos e desempregados que perderam renda por causa da pandemia do novo coronavírus (covid-19). A portaria com as datas foi publicada no Diário Oficial da União.

Clique aqui e veja o calendário de pagamento 

O presidente Jair Bolsonaro vetou a inclusão de categorias profissionais para o recebimento do auxílio emergencial de R$ 600, o socorro financeiro pago pelo governo aos trabalhadores informais afetados pelas medidas de combate à pandemia de covid-19 no país. A lei com mudanças no auxílio emergencial foi sancionada com 11 vetos e publicada hoje (15) no Diário Oficial da União.

Agência Brasil

Leia também: Delegado pede no MP busca e apreensão de cachorros vítimas do "desafio da farinha"

Siga o Instagram Facebook do Portal T5 e fique bem informado! 

Adicione o WhatsApp do Portal T5: (83) 9 9142-9330.

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play