Brasil

Vacinas em uso no Brasil não são experimentais, afirma Anvisa

Segundo a agência, todas as vacinas passaram pela fase de testes

Publicado em 30/09/2021 21:11
logo
Por Redação Portal T5
As vacinas são eficazes contra a Covid-19

As vacinas são eficazes contra a Covid-19 (Foto: Reprodução/Agência Brasil)

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) emitiu um comunicado, nesta quinta-feira (30), explicando que as vacinas em uso no Brasil não são experimentais. Conforme a Anvisa, todos os imunizantes que estão sendo aplicados no país tiveram os dados de eficácia e segurança avaliados e aprovados.

"Todas as vacinas em uso no Brasil tiveram condução de estudo de fase três de pesquisa clínica e já encerraram esta etapa", afirma a agência. 

De acordo coma a Anvisa, todas as vacinas em uso no Brasil apresentaram dados da fase 3 da pesquisa clínica, que é quando os imunizantes são testados em voluntários. "Outros estudos adicionais podem e são conduzidos para aspectos específicos, como exemplo ampliação de público", destaca o comunicado.

Suspeita de covid-19 após vacinação

A Anvisa reforçou a importância das pessoas ficarem atentas aos sintomas da covid-19 depois da imunização: "Mesmo que sejam leves, sintomas como febre, cansaço, tosse, perda de paladar ou olfato, dor de cabeça e outros podem indicar que o indivíduo contraiu o novo coronavírus (Sars-CoV-2), mesmo após a vacinação".

As vacinas autorizadas para uso no Brasil não interferem em resultados de exames de diagnóstico da doença, segunda a Anvisa. "Isso porque a tecnologia utilizada nos testes é o de ensaio molecular (RT-PCR) ou teste rápido de antígenos virais, que têm como foco identificar a circulação do vírus no organismo, no momento em que o exame é realizado", informa a agência.


*Com informações da Agência Brasil


Leia também:

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play