Brasil

Vacina chinesa contra o coronavírus chega ao Brasil para ser testada

Doses da CoronaVac serão produzidas pelo Instituto Butantã. Esse é o segundo antídoto em experiência no país

Publicado em 20/07/2020 10:23 Atualizado em 26/11/2020 14:58
logo
Por Redação Portal T5
Vacina chinesa contra o coronavírus chega ao Brasil para ser testada

Foto: Divulgação

Nesta segunda-feira (20), começam no Brasil os testes da CoronaVac, uma vacina desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac Biotech, em parceria com o Instituto Butantã, de São Paulo, que deve produzir o antídoto em larga escala.

Essa é a terceira fase da parceria sino-brasileira, anunciada em junho pelo governo de São Paulo, que pode chegar ao Sistema Único de Saúde (SUS), a partir de 2021, caso a eficácia seja comprovada. Aproximadamente 9 mil voluntários vão receber o modicamento. A expectativa, com o sinal verde e todas as comprovações e requisitos necessários, é que 60 milhões de deses cheguem à população.

Além da Coronavac, outra vacina está sendo avaliada no Brasil, a ChAdOx1 nCoV-19, que apesar do nome complicado se juntará à linha de frente na imunização ao novo coronavírus. O imunizante é desenvolvido pela Universidade de Oxford, na Inglaterra, e vem sendo coordenada em solo brasileiro pela Universidade Federal de São Paulo. Até o momento, cerca de 2 mil voluntários já receberam a dose, sem nenhum efeito colateral considerado grave.

SBT

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play