Paraíba

Unidade de Saúde interditada pelo CRM-PB recebe visita técnica e deve passar por reforma

A unidade já havia sido visitada pelo órgão fiscalizador em outras duas oportunidades ainda na gestão passada, mas as modificações solicitadas não foram resolvidas

Publicado em 02/02/2021 18:30 Atualizado em 02/02/2021 18:51
logo
Por Carlos Rocha
Unidade de Saúde interditada pelo CRM-PB recebe visita técnica e deve passar por reforma

O prefeito Cícero Lucena visitou, na tarde desta terça-feira (2), a USF Paratibe II, que foi interditada pelo Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB) na segunda-feira (1º), por uma série de irregularidades que foram encontradas em uma vistoria realizada no local. A unidade já havia sido visitada pelo órgão fiscalizador em outras duas oportunidades ainda na gestão passada, mas as modificações solicitadas não foram resolvidas.

“Não interessa se esse problema é de agora ou da gestão anterior, eu sou o prefeito e vou trabalhar para não deixar a população desassistida”, destacou Cícero durante a visita ao local.

O prefeito esteve acompanhado do vice-prefeito Leo Bezerra, da secretária executiva da Saúde, Rossana Sá, e do secretário de Comunicação, Marcos Vinícius. Cícero constatou uma série de problemas estruturais na sede da unidade, como rachaduras nas paredes, infiltrações, esgoto a céu aberto, além de muito mofo e fungos.

“Estou aqui na companhia da secretária executiva Rossana Sá para identificar as razões da interdição administrativa do CRM-PB. Estamos vendo aqui a necessidade de algumas ações, de alguns serviços de recuperação de ambientes com mofo, além de resgatar a sua condição de funcionalidade, que se faz necessário”, disse Cícero.

Com o intuito de cuidar das pessoas, o prefeito destacou que a população não ficará desassistida em momento algum, já que enquanto a unidade estiver em reforma, quem necessitar dos serviços será atendido na USF Rosa de Fátima, que fica a 850 metros do local.

“Vamos acelerar a obra pela vontade que tenho de servir, essa é a nossa obrigação. Como prefeito não posso apenas ficar lendo as notícias ou ouvir falar. Eu tenho que estar junto com a equipe para identificar os problemas e dar solução”, completou Cícero, que interrompeu o encontro de avaliação dos primeiros 30 dias de sua gestão que mantinha com o secretariado, para vistoriar in loco os problemas encontrados na USF Paratibe II.

A secretária Rossana Sá afirmou que vai tomar todas as providências para que a reforma no local seja feita da forma mais rápida possível. “Não temos como dar uma previsão da conclusão das obras, mas como vai ser tratar de um processo licitatório emergencial, vamos fazer de tudo para concluí-la o quanto antes”, explicou.

Problema antigo – Segundo a diretora de Atenção à Saúde, Rayanna Coelho, outras duas fiscalizações foram feitas na gestão anterior, a primeira delas em agosto do ano passado. “O problema não vem de hoje. Na gestão passada, o Conselho Regional de Medicina já havia feito duas vistorias. Foram solicitadas as melhorias no USF, mas nada foi feito”, contou. 

Leia também:

"Triste e constrangedor", diz Taís Araujo sobre BBB21

Paraíba ultrapassa 193 mil casos confirmados de Covid-19

Delegado vai ouvir a mãe das crianças mortas em acidente na Paraíba

Policia identifica mulher que jogou gato para pitbulls matarem em JP

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play