Paraíba

Suspensa portaria que define regras para retorno presencial de servidores à UFPB

Assunto será tratado em reunião na próxima quarta (17)

Publicado em 11/02/2021 20:30
logo
Por Carlos Rocha
Suspensa portaria que define regras para retorno presencial de servidores à UFPB

O Reitor da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Prof. Valdiney Gouveia, durante reunião do Conselho Universitário (Consuni), nesta quinta-feira (11), ouvidos os conselheiros, decidiu suspender temporariamente a Portaria nº 060, publicada na última terça-feira (9), que definiu as regras para retorno gradual dos servidores técnico-administrativos às atividades presenciais. O intuito da suspensão é realizar uma reunião na próxima quarta-feira (17), às 14h30, com Diretores de Centros e entidades representativas de técnicos administrativos e professores. 

Com a suspensão temporária da Portaria nº 060, volta a viger a Portaria nº 323/GR/REITORIA/UFPB, de 16 de outubro de 2020, que suspendeu no ano passado as atividades presenciais na Instituição.

Portaria nº 060, ora suspensa, estabelece as modalidades de trabalho presencial, híbrida e remota, determinando que as unidades organizem suas rotinas e espaços físicos para que as atividades técnico-administrativas estejam em pleno funcionamento até o próximo dia 28 de fevereiro.

“A Portaria nº 060 foi suspensa pela Reitoria que é a quem cabia realizar a suspensão. No entanto, aproveitando que houve reunião do Consuni, nós conversamos com todos os Diretores de Centro, representante do Sintespb (Sindicato dos Trabalhadores em Ensino Superior do Estado da Paraíba) e representante dos docentes, percebendo nessa oportunidade que seria adequado suspender. Já marcamos uma reunião para o dia 17, quando retomaremos discussões sobre isso a fim de que, definitivamente, possamos retornar presencialmente às atividades presenciais”, explicou o Reitor Valdiney Gouveia.

Foram convidados para a reunião do dia 17 todos os Diretores de Centro, o Procurador-Geral da Universidade, todos os Pró-Reitores, Superintendentes e os Sindicatos representativos dos servidores.

A retomada das atividades presenciais nos campi da Universidade segue as Portarias do Ministério da Educação, isto é, Portaria MEC n° 1.038, de 7 de dezembro de 2020, que estabelece atividades letivas presenciais a partir de 1º de março de 2021 e altera a Portaria MEC nº 544, de 16 de junho de 2020, e a Portaria MEC nº 1.030, de 1º de dezembro de 2020.

Além disso, a instrução normativa 109, de 29 de outubro de 2020, do Ministério da Economia, estabelece orientações aos órgãos e entidades do Sistema de Pessoal Civil da Administração Pública Federal - SIPEC para o retorno gradual e seguro ao trabalho presencial.

Desta forma, a Comissão de Biossegurança da UFPB fez todo um planejamento, levando em conta as orientações publicadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e pelos Ministérios da Saúde e da Educação, quanto à pandemia de covid-19.

O objetivo da Reitoria é promover o retorno ao trabalho presencial de forma gradual e segura, resguardando as pessoas que façam parte de grupos de risco e garantindo a proteção das pessoas por meio do uso de equipamentos de proteção individual, como máscaras e álcool em gel ou 70%, sendo que em cada setor o chefe vai ser responsável por ordenar o espaço de modo que se garanta o distanciamento social necessário.

Leia também:

Secretaria de Saúde diz que vacinas em circulação são eficazes contra a nova variante do Covid-19

BBB21: Marília Mendonça apaga comentário sobre Gil após repercussão negativa

“Não vou deixar”, diz irmã de Rodolffo sobre aproximação de Karol com brother

Sindicato de Trabalhadores do ensino superior da PB defende suspensão da retomada das aulas na UFPB

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play