Paraíba

Suspeito de execução é capturado enquanto cavava cova da vítima, em João Pessoa

Houve confronto e troca de tiros entre executores e Polícia Militar

Publicado em 22/01/2021 22:15 Atualizado em 22/01/2021 23:08
logo
Por Carlos Rocha

Um homem foi preso logo após a execução de um outro rapaz, na noite desta sexta-feira (22), em uma região de mata que fica entre os bairros Jaguaribe e Rangel em João Pessoa. De acordo com informações da Polícia houve confronto e troca de tiros no momento em que executores tentavam enterrar o corpo de um jovem, após uma sessão de tortura.

O local onde um corpo foi encontrado é de difícil acesso. De acordo com o perito que analisou a cena do crime, a morte teria ocorrido há poucas horas e o corpo apresentava sinais de tortura. Ele não foi identificado, estava com mãos amarradas, amordaçado e teria sido arrastado por cerca de 30 metros. O perito acrescentou que o local foi usado para execução e não apenas para a desova

Além da prisão de um dos suspeitos de cometer o crime, os policiais aprenderam o material (enxadas e pás) que estava sendo utilizado para cavar a cova na qual o corpo seria colocado. O suspeito detido foi encaminhado para a Central de Polícia de João Pessoa, no bairro do Geisel, e o corpo para o Instituto de Polícia Científica (IPC), no bairro Cristo Redentor. O crime deve ser investigado.

Leia também:

Homem é preso por estuprar, roubar e arrancar parte dos lábios de mulher

Governador da PB publica vídeo bem humorado após repercussão de semelhança com enfermeira

Secretário de Saúde fala sobre a chegada de novos lotes da vacina à Paraíba; confira

Equipe de TV é assaltada na Paraíba

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar