Paraíba

Superfaturamento de R$ 2,8 milhões na compra de testes de Covid é investigado na PB

Ações acontecem em João Pessoa e outros municípios paraibanos durante a manhã desta quinta-feira (9).

Publicado em 09/09/2021 06:08 Atualizado em 09/09/2021 09:36
logo
Por Redação Portal T5
Policiais fazem buscas na Avenida Afonso Campos, no Centro de João Pessoa.

Policiais fazem buscas na Avenida Afonso Campos, no Centro de João Pessoa. (Foto: Dui Borges/RTC)

Policiais federais e servidores da CGU (Controladoria-Geral da União) realizam operação na manhã desta quinta-feira (9), em João Pessoa e mais oito municípios paraibanos. Compras possivelmente superfaturadas de testes rápidos para Covid-19 são investigadas. O prejuízo ultrapassa R$ 2,8 milhões em verbas públicas procedentes do Sistema Único de Saúde (SUS).

A Polícia Federal apura compras das prefeituras de Caldas Brandão, Mamanguape, Cuité de Mamanguape, Alhandra, Lagoa de Dentro, Serra da Raiz e Lagoa, de kits de testes rápidos para detecção da Covid-19 com sobrepreço potencial, através de procedimentos de dispensas de licitação, em tese fraudados. As compras foram realizadas entre 2020 e 2021.

Conforme a PF, 28 ordens judiciais são cumpridas nos municípios compradores, assim como, na capital paraibana e em Santa Rita. 

Segundo nota técnica elaborada pela CGU, uma empresa que não era do ramo de insumos médicos até data próxima ao início da pandemia firmou contratos com diversas prefeituras da Paraíba para fornecimento de testes rápidos para detecção da Covid-19 com sobrepreço no valor devido de até 89% do valor contratado, causando prejuízos ao erário de aproximadamente R$ 2.884.860,50. Os recursos para compra desses testes são oriundos do SUS, para o enfrentamento da Covid-19.

Ações são realizadas na capital paraibana e outras cidades do estado.(Foto: Dui Borges/RTC)

Para a PF, neste ano, a empresa investigada aparece como uma das maiores credoras de municípios paraibanos na condição de fornecedora de insumos médicos, embora desempenhasse sua atividade principal em ramo totalmente diverso deste até o início da pandemia.

Veja mais:

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play