Paraíba

Setor de eventos vê sinais positivos de retomada do público na Paraíba

Decreto divulgado nesta quarta (1º) permite aumento de público, com exigência do comprovante de vacinação.

Publicado em 01/12/2021 12:04
logo
Por Dennison Vasconcelos
Apresentação do comprovante de vacinação contra a Covid-19 é obrigatória.

Apresentação do comprovante de vacinação contra a Covid-19 é obrigatória. (Foto: FreePik/Reprodução)

Casas de espetáculos podem receber 50% da capacidade de público, a partir desta quarta-feira (1º), na Paraíba. A redução de casos graves de Covid-19 e aumento dos índices de vacinação abrem espaço para o retorno ainda maior de um dos setores mais prejudicados durante a crise.

decreto assinado, nesta quarta-feira (1º), pelo governador João Azevêdo (Cidadania) permite o aumento de público nos estabelecimentos com a exigência do comprovante de vacinação. Em João Pessoa, a Prefeitura Municipal estima a liberação total de público em eventos privados a partir de 21 de dezembro.

No mesmo documento, o Estado recomendou aos gestores municipais que evitem festas públicas em espaços abertos, como réveillon. O alerta acontece por causa da variante Ômicron, que ganhou recentemente a preocupação do mundo. Para os administradores, o setor público não tem condições de realizar o controle das medidas sanitárias em solenidades de grande porte.

Com evento agendado para a festa de ano novo na capital paraibana, o produtor Fábio Henrique acredita que o setor de eventos sempre esteve preparado para funcionar devidamente seguindo os protocolos contra a Covid-19. "Nosso setor é acostumado a lidar com situações de risco e que precisa estar sempre preparado em proporcionar a segurança dos clientes e colaboradores", disse o membro da Associação Paraibana dos Promotores e Profissionais de Grandes Evento (APAGE).

Passaporte da vacina

O novo decreto publicado nesta quarta-feira regulamenta ainda a exigência do comprovante de vacinação para acesso a bares, restaurantes, casas de shows, boates, teatros, cinemas, eventos sociais, corporativos e esportivos, bem como a repartições públicas estaduais.

A nova diretriz estabelece a obrigatoriedade da apresentação do comprovante de vacinação contra a Covid-19, com esquema vacinal completo, para ingressar e permanecer nos ambientes. O documento será exigido para a população que tenha a imunização disponibilizada para sua faixa etária.

Pessoas que tenham contraindicação formal para vacinação contra a Covid-19 devem apresentar documentação médica pertinente.

+ Veja como emitir comprovante nacional de vacinação contra Covid-19

Conforme o decreto, a Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) e os órgãos de vigilância sanitária municipais, as forças policiais estaduais, os Procons estadual e municipais e as guardas municipais são responsáveis pela fiscalização do cumprimento das normas. Em caso de descumprimento, os donos de estabelecimentos podem ser multados em até R$ 50 mil.

Veja mais:

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play