Paraíba

Segurança de doses da vacina na Paraíba preocupa autoridades

Proteção das vacinas foi discutida por órgãos ministeriais e de saúde

Publicado em 21/01/2021 06:35 Atualizado em 21/01/2021 07:22
logo
Por Dennison Vasconcelos
Distribuição de vacinas já aconteceu para todos os municípios do estado Distribuição de vacinas já aconteceu para todos os municípios do estado (Foto: Divulgação/SES-PB)

Uma das preocupações discutidas em reunião nessa quarta-feira (20), em João Pessoa, foi a segurança das doses da vacina Coronavac, que chegaram ao estado nesta semana. As ampolas já foram distribuídas aos 223 municípios paraibanos, mas autoridades judiciais e de saúde firmaram um acordo que permite o armazenamento das vacinas nas gerências regionais de saúde, nas cidades que a administração acredite que não há condições de garantir a proteção em seus estabelecimentos. Nesses casos, os insumos serão retirados diariamente pelas gestões municipais.

Além da segurança, membros do Ministério Público Federal (MPF), do Ministério Público do Trabalho (MPT) e do Ministério Público da Paraíba (MP/PB) se reuniram com representantes da Secretaria de Estado da Saúde (SES) e do Hospital Universitário Lauro Wanderley (HULW) para discutir diversas medidas para acompanhar e avaliar as que têm sido adotadas pelos órgãos públicos para prevenir e monitorar o possível incremento de casos de coronavírus na Paraíba.

O eventual desvio de vacinas e utilização das doses em desconformidade com o Programa Nacional de Imunização também foi pauta. Desde o início da vacinação, casos de pessoas sem direito, mas que receberam a vacina foram registrados em municípios paraibanos. Os órgãos ministeriais entendem que o desvio de vacinas e a utilização das doses, em desconformidade com o plano de vacinação, pode configurar ato de improbidade administrativa e crime, cabendo à população registrar manifestações perante os Ministérios Públicos, caso tenham notícia de algum caso de irregularidade.

Também foram discutidos:

  • estoque de oxigênio;
  • estoque de seringas;
  • risco de aglomerações durante o feriado de carnaval;
  • intensificação dos protocolos sanitários em todos os municípios;
  • situação dos pacientes vindos de Manaus (AM);
  • regulação de pacientes nos hospitais referência para internação por covid-19.
icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar