Geral

Saiba mais sobre a Sirtfood, dieta que ajudou Adele a perder 45 kg

Regime prioriza alimentos ricos em antioxidantes e que estimulem as sirtuínas, proteínas que podem causar um efeito sistêmico de queima de gordura

Publicado em 07/05/2020 17:21 Atualizado em 26/11/2020 20:49
logo
Por Redação Portal T5
Saiba mais sobre a Sirtfood, dieta que ajudou Adele a perder 45 kg

Após surpreender o público ao aparecer com 45 quilos a menos, a cantora Adele despertou a curiosidade sobre o que ela fez para alcançar esse objetivo. A foto publicada em sua conta no Instagram, nesta quarta-feira (6), deu o que falar. Essa é a primeira imagem divulgada pela própria britânica após o resultado.

Segundo tabloides britânicos, a dieta da cantora foi a Sirtfood, que prioriza alimentos ricos em antioxidantes e que estimulem as sirtuínas - proteínas que podem causar um efeito sistêmico de queima de gordura. O protocolo alimentar é dividido em três etapas, todas com restrição calórica agressiva. 

Leia Também: 

+ Covid-19: Marido de jornalista paraibana testa positivo e apresentadora é isolada

+ Sobe para 111 o número de mortes por Covid-19 na Paraíba; casos confirmados chegam a 1849

Entenda a dieta

A Sirtfood é uma dieta de fases, parecida com a chamada dieta da proteína. Uma das diferenças é que o regime de Adele tem um número menor de refeições, já que o período de tempo em que quem faz pode se alimentar ao longo do dia também é reduzido. 

Quem adere ao protocolo passa a se alimentar com base nos alimentos relacionados à sirtuína: couve, rúcula, cebola roxa, cúrcuma, chá verde, morango, tâmara, castanhas. Agora, a surpresa, que faz tanta gente querer aderir também: inclui também chocolate 70% e vinho tinto. 

Na primeira fase, a Sirtfood permite, em média, mil calorias por dia. Na sequência, o indicado são cerca de 1,5 mil calorias diárias, enquanto na terceira fase não há uma indicação específica de calorias. Nas três, a alimentação é baseada em pratos com muitas fibras, além do famoso suco verde.

+ Vídeo: mulher que chegou a zombar do ‘fique em casa’ lamenta morte do marido por Covid-19

+ Diagnosticado com Covid-19, idoso de 106 anos é aplaudido ao receber alta na Paraíba

Funciona mesmo?

Ainda não há evidências científicas que comprovem a eficácia desta estratégia alimentar, assim como também não está clara a relação entre a restrição calórica com o aumento da ingestão de sirtuína. 

O emagrecimento se dá em função do déficit calórico - quando ingerimos menos calorias do que gastamos. É difícil um indivíduo saudável gastar menos do que mil calórias diárias, embora possa acontecer. Não custa lembrar: um déficit agressivo pode ser prejudicial ao seu metabolismo e levar ao desenvolvimento de ansiedade e de transtornos alimentares.

+ Vídeo: pastor Valdemiro Santiago vende semente por R$ 1 mil prometendo a cura da Covid-19

+ Na PB, confusão entre vereadoras em sessão remota viraliza: "Me chamou de cachorra"

Alerta importante

Além do déficit calórico, a Sirtfood propõe também uma restrição significativa de carboidratos, que pode acarretar um impacto negativo ao organismo, principalmente ao término das primeiras fases. 

Perder muito peso de forma rápida também pode causar flacidez. E é preciso levar em conta o chamado efeito rebote: depois que o período de restrição passar, é necessário estar preparada para manter os resultados.

Fazer qualquer dieta sem o acompanhamento de um profissional é colocar sua saúde em risco. Cada indivíduo tem necessidades nutricionais diferentes, assim como tolerância distinta a estratégias de emagrecimento. 

+ Doação de 2% dos salários de deputados da PB aconteceu apenas em abril

Siga o Instagram Facebook do Portal T5 e fique bem informado! 

Adicione o WhatsApp do Portal T5: (83) 9 9142-9330.


icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play