Gente famosa

Saiba como jogador passou 15 anos acreditando namorar Alessandra Ambrósio

Roberto Cazzaniga, jogador de vôlei da Itália, chegou a emprestar R$ 4,3 milhões para a golpista que se passou pela modelo brasileira

Publicado em 26/11/2021 09:09
logo
Por Redação Portal T5
Roberto Cazzaniga, 42 anos, jogador de vôlei da Itália

Roberto Cazzaniga, 42 anos, jogador de vôlei da Itália (Foto: Reprodução/Facebook)

Repercutiu na internet essa semana o caso do jogador italiano que passou 15 anos achando que namorava a distância a modelo brasileira Alessandra Ambrósio, quando na verdade ele estava sendo vítima de um golpe e teve um prejuízo de 700 mil euros (R$ 4,3 milhões).  

O caso foi revelado por uma emissora de TV italiana, que disse que a suposta namorada, que se passava por Alessandra Ambrósio, pedia dinheiro para custear tratamentos de problemas cardíacos. Tudo isso, segundo a tv, organizado pela amiga do jogador chamada Manuela, que passou seu número de telefone para uma mulher chamada Maya. 

Depois de conhecida a história, que se confunde com um roteiro de cinema, muita gente se perguntou como é que uma pessoa passou tanto tempo sendo enganado. Mais: porque deu tanto dinheiro e não teve contato pessoalmente com a suposta namorada?  

O caso continua repercutindo e a mídia agora revela mais detalhes do jogador e da história.  Roberto Cazzaniga tem 25 anos de carreira. O atleta chegou a defender a seleção do país e conquistou a medalha de ouro nos Jogos do Mediterrâneo de 2009. O jogador atua como oposto no New Mater, clube de vôlei da cidade de Castellana Grotte. 

Durante todo o fraudulento romance, o jogador teve contato apenas com uma mulher que se apresentava como Manuela e dizia ser amiga de Ambrósio. O depósito do dinheiro foi feito, porém, no nome de uma terceira mulher, Valeria, que se dizia próxima da Maya. 

Segundo o canal italiano, o golpe foi descoberto por colegas de equipe de Cazzaniga. Em entrevista ao “Corriere della Sera”, jornal italiano, os jogadores disseram que Cazzaniga era um homem extremamente introvertido e ingênuo. Eles indicaram que a vítima procurasse a polícia. 

Cazzaniga prestou queixa à polícia, que agora investiga o caso. 

Segundo o Corriere della Sera, o jogador se pronunciou dizendo que é como se “tivesse acordado de um coma e perdido 15 anos”  de vida. 

Apaixonado pela voz 

Ao jornal italiano, o jogador disse que nunca se encontrou com a mulher que dizia namorar e que ela sempre se esquivava. “Nós nunca nos conhecemos. Nunca. Ela deu mil desculpas, como doença e trabalho”, contou 

Ele disse que o que o atraiu foi a voz. “Me apaixonei por aquela voz, uma chamada após a outra. O contato era apenas no celular, quase que diariamente. Ligava antes de eu ir treinar ou à noite, na hora de dormir”, revelou ao jornal. 

Leia mais: 

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play