Paraíba

Prova de vida do INSS volta a ser obrigatória a partir desta terça (1º); veja o vídeo

Segurado que não cumprir com exigência poderá ter o benefício bloqueado

Publicado em 01/06/2021 05:47 Atualizado em 01/06/2021 11:00
logo
Por Redação Portal T5
Prova de vida é realizada uma vez por ano.

Prova de vida é realizada uma vez por ano. (Foto: divulgação/Governo federal)

A partir desta terça-feira (1º) cerca de 36 milhões de beneficiários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) devem realizar a prova de vida para garantir o recebimento do benefício. Desde de março de 2020, por conta da pandemia, o INSS suspendeu a obrigatoriedade da prova de vida, mas continuou pagando os benefícios. A medida havia sido tomada pois grande parte dos segurados é do grupo de risco. Agora, aposentados e pensionistas precisarão se organizar para realizar o procedimento, que serve para evitar fraudes e garante a manutenção do pagamento.

A prova de vida é realizada uma vez por ano. Todos que recebem o benefício do INSS, seja por meio de conta corrente, conta poupança ou cartão magnético, precisam comprovar que estão vivos.

É possível fazer a prova de vida no próprio banco em que o segurado recebe o benefício (seja presencial ou por meio do aplicativo do banco, caso a instituição financeira ofereça essa opção) ou pelo aplicativo Meu INSS - se ele foi selecionado para fazer a biometria facial. Atenção: muitos se confundem e acabam se dirigindo a uma agência do INSS para realizar a prova de vida, mas esse serviço não é realizado nesse local. Veja abaixo como fazer a prova de vida seja presencial, online ou em domicílio:

Como fazer a prova de vida presencial

A comprovação deve ser feita em uma agência do banco em que recebe o benefício no mês em que realizou a última prova de vida no ano anterior. Ou seja, a pessoa terá que ver qual a última prova de vida e olhar o cronograma (tabela abaixo). Um exemplo: se a pessoa fez a prova de vida em abril de 2019 e deveria fazer em abril de 2020 e não fez, deverá fazer até junho de 2021.

É preciso levar um documento de identidade com foto - pode ser RG, carteira de motorista ou carteira de trabalho.

Alguns bancos também permitem que a prova de vida seja feita por meio de biometria, nos caixas eletrônicos ou nos seus próprios aplicativos.

Também é possível nomear um procurador, caso o beneficiário não possa ir ao banco por dificuldades de locomoção ou por motivo de doença.

Como fazer a prova de vida digital

A prova de vida digital não está disponível para todos os segurados. O próprio INSS escolheu 5,3 milhões de beneficiários para realizar esse procedimento online por meio da biometria facial. Esse projeto foi iniciado no ano passado e para saber se já está disponível para o segurado é preciso acessar o aplicativo Meu INSS ou o site (gov.br/meuinss) ou, ainda, entrar em contato com as agências bancárias que oferecem o serviço.

Após realizar a prova de vida por biometria facial, o segurado pode consultar o resultado pelo Meu INSS.

Como fazer a prova de vida em domicílio

Para pessoas sem condições de se locomover, o INSS disponibiliza a visita de um funcionário do órgão à casa do segurado. Para isso, o beneficiário precisa fazer a requisição por meio do número de telefone 135. Também deve apresentar documentos médicos para comprovar essa condição.


Veja abaixo o novo calendário para realização do exame:

Veja a reportagem:

SBT News

Veja mais:

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play