Paraíba

Preso suspeito de matar mulher após solicitação de medida protetiva

Luciana foi atacada na frente dos dois filhos, de 4 e 7 anos, e da mãe

Publicado em 14/10/2021 17:30 Atualizado em 14/10/2021 17:43
logo
Por Carlos Rocha
Preso suspeito de matar mulher após solicitação de medida protetiva

Preso suspeito de matar mulher após solicitação de medida protetiva (Foto: Reprodução)

Nesta quinta-feira (14), a Polícia Civil deu cumprimento ao mandado de prisão temporária contra um homem de 29 anos, suspeito de matar a própria esposa, de 26 anos, após ela solicitar medida protetiva.  O caso aconteceu no ultimo domingo (10), no sitio Laje Grande, Zona Rural de Tavares, interior da Paraíba.

Logo após o crime,  o acusado fugiu e, segundo o delegado, estava escondido em uma região de mata nas proximidades do local. A Polícia Civil, de imediato, instaurou o inquérito policial e representou pela prisão do suspeito, sendo atendida pela Justiça.

A prisão aconteceu na tarde desta quinta (14), por volta das 15h, na cidade de Princesa Isabel, onde o suspeito foi interrogado e confessou com detalhes o crime de feminicídio. Após isso, o homem foi recolhido na cadeia pública do município.

O caso

Uma jovem de 26 anos foi assassinada com um tiro no peito na noite desse domingo (10), no município de Tavares, no Sertão da Paraíba. A vítima morreu horas depois de receber a autorização da medida protetiva contra o ex-marido, que é suspeito do crime.

De acordo com a Polícia Civil, Luciana Pereira da Silva procurou a polícia após ser agredida na noite do último sábado (9). Na delegacia, ela solicitou a proteção, que foi autorizada durante a manhã do dia seguinte.

"Quando o homem foi informado pelos oficiais de Justiça, ele se armou com um revólver e assassinou a esposa", disse o delegado Paulo Ênio.

Luciana foi atacada na frente dos dois filhos, de 4 e 7 anos, e da mãe.

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play