Paraíba

Preso suspeito de matar jovem no bairro do Rangel

A polícia identificou que a morte pode ter sido causada após Josenildo afirmar na comunidade que denunciaria à Justiça quem teria matado o seu irmão.

Publicado em 18/05/2021 12:01 Atualizado em 18/05/2021 12:18
logo
Por Redação Portal T5
Central de Polícia de João Pessoa

Central de Polícia de João Pessoa (Imagem: Reprodução)

A Polícia Civil da Paraíba, através da Delegacia de Crimes Contra a Pessoa (Homicídios) da Capital informou que foi preso o suspeito de matar o jovem Josenildo Carvalho de Melo, conhecido como Nildo. O crime foi registrado no dia 3 de outubro de 2020, por volta das 23h, no bairro do Rangel, em João Pessoa.

A vítima não tinha antecedentes criminais. Contudo, a polícia identificou que a morte pode ter sido causada após Josenildo afirmar na comunidade que denunciaria à Justiça quem teria matado o seu irmão.

A prisão do suspeito aconteceu na tarde desta segunda-feira (17), após mandado de prisão preventiva ser expedido.

A delegada Emília Ferraz, responsável pelo caso, disse que a prisão foi resultado do trabalho em conjunto desenvolvido pelo cartório Titular e pelo cartório Adjunto 02 da DCCPES (homicídios da capital) e o Mandado de Prisão foi expedido pelo Juízo da 2ª Vara do Tribunal do Júri da Capital.

“Nildo, sem antecedentes criminais, ou qualquer envolvimento com o mundo do crime, era um trabalhador e pai de família, nascido e criado naquela comunidade, e foi emboscado numa ação criminosa onde foi constatada a ocorrência de 15 disparos de pistola calibre 380, sendo morto como “queima de arquivo” para ocultação de um outro crime, pois teria declarado aos moradores do bairro que iria à Justiça para prestar informações sobre a identificação das pessoas que, no passado,  teriam atentado contra a vida de seu irmão caçula”, revelou a delegada Emília Ferraz.

Denúncias

A população pode colaborar com a Polícia Civil fazendo qualquer tipo de denúncia através do número 197 (Disque-Denúncia). A ligação é gratuita e anônima, mas caso o denunciante queira se identificar, a Polícia Civil garante que sua identidade permanecerá sob o mais absoluto sigilo

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play