Polícia

Polícia invade residência e liberta crianças feitas reféns por quase 20 horas na Paraíba

Pai ameaçava jogar os filhos da varanda do primeiro andar da casa, no município de Queimadas, no Agreste paraibano.

Publicado em 02/01/2019 Atualizado em 26/11/2020

Foto: Raiza Tavares/TV Borborema

Duas

crianças de 4 e 7 anos de idade foram feitas reféns pelo pai por quase 20 horas, entre a terça-feira (1º) e a madrugada desta quarta (2), na cidade Queimadas, no Agreste

paraibano. Segundo a Polícia

Militar (PM), o homem armado com uma foice e duas facas peixeiras ameaçava jogar os filhos da varanda do primeiro andar da

residência. 

A polícia invadiu a casa por volta das 5h30 depois de ouvir ruídos no interior do local. Após ser rendido, o mototaxista de 45 anos recebeu atendimento médico e foi encaminhado à delegacia da cidade. Sem ferimentos graves, as crianças foram socorridas para o Hospital Geral de Queimadas com apoio do Conselho Tutelar.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, uma irmã confirmou o diagnóstico de depressão e uso de medicamentos controlados consumidos pelo pai das crianças. Os socorristas enxergam a possibilidade de um surto psicótico. 

Veja também: + Capotamento deixa homem ferido em João Pessoa

Entenda - O

local foi isolado pela PM na manhã dessa terça-feira (1º) e viaturas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram acionadas para dar suporte às vítimas. 

Policiais

negociaram durante toda a tarde e a noite da terça-feira, mas sem

sucesso. A irmã do homem foi levada ao cativeiro por volta de 0h desta

quarta, mas não conseguiu convencer o parente a se render. 

Segundo

testemunhas, o homem aparentou comportamento triste

e depressivo após a perda da esposa. Moradores que

acompanham as negociações se uniram em frente ao local para

fazer orações.

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar