Paraíba

PM suspeito de estuprar filha de 11 anos tem prisão decretada

O caso teria ocorrido quando a menina tinha 11 anos de idade, tendo o réu praticado recentemente novo abuso sexual

Publicado em 15/09/2021 08:22 Atualizado em 15/09/2021 11:23
logo
Por Redação Portal T5
Comando Geral da Polícia Militar da Paraíba, em João Pessoa.

Comando Geral da Polícia Militar da Paraíba, em João Pessoa. (Foto: Google Imagens/Divulgação)

Um policial militar de João Pessoa, suspeito de estuprar a filha, teve a prisão preventiva decretada pelo juiz Manoel Gonçalves Dantas de Abrantes, da 1ª Vara Regional Criminal de Mangabeira, nessa terça-feira (14). O caso teria ocorrido quando a menina tinha 11 anos, tendo o suspeito praticado recentemente novo abuso sexual, o que ocasionou a instauração de outro inquérito policial.

O magistrado entendeu que houve uma demonstração de que a liberdade dele incentivaria a reiteração criminosa.

O pedido foi feito pela Promotora de Justiça Sandra Regina Laura Paulo Neto, que alegou na denúncia que havia comprovação do abuso sexual. Na sua decisão, o juiz considerou a existência de prova da materialidade do crime e indícios suficientes da autoria, bem como a presença dos requisitos do artigo 312 do Código de Processo Penal, em face da reiteração da prática do ato sexual do réu contra a filha durante vários anos, o que ainda perdurava, devendo ser garantida a ordem pública e resguardada a integridade física e moral da vítima.

Por ser policial militar, o acusado deverá ser recolhido a uma cela do 1º Batalhão da Polícia Militar, onde deverá responder na prisão ao processo até ulterior deliberação. E por se tratar de processo em segredo de justiça os nomes do acusado e da vítima não foram divulgados.

A PM foi procurada pelo Portal T5, que solicitou informações sobre o servidor público, mas até a publicação desta reportagem, não houve resposta.

Veja mais:

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play