Polícia

PM abre inquérito para apurar tiros em briga de trânsito na Zona Sul de João Pessoa

Um Guarda Militar da reserva, lotado no 5º Batalhão da PM, é suspeito de atirar contra um motorista por aplicativo após briga de trânsito

Publicado em 05/05/2021 20:00 Atualizado em 05/05/2021 20:00
logo
Por Carlos Rocha
PM abre inquérito para apurar tiros em briga de trânsito na Zona Sul de João Pessoa

A Corregedoria da Polícia Militar disse, nesta quarta-feira (5), que será instaurado inquérito policial militar, além do civil, para apurar o caso de tiros disparados contra um motorista por aplicativo, no bairro de Mangabeira, em João Pessoa. Por se tratar de um Guarda Militar da reserva, o acusado foi recolhido para o Primeiro Batalhão da PM.

Uma briga de trânsito terminou com tiros de arma de fogo, em João Pessoa, nesta quarta-feira (5). Segundo testemunhas, a discussão iniciou quando um policial bateu o veículo na traseira de um carro guiado por um motorista de aplicativo, no bairro de Mangabeira.

Na delegacia, o motorista de aplicativo informou que havia deixado a esposa no trabalho e no caminho de volta, ao parar para que um pedestre atravessasse, aconteceu a colisão. “Eu desci para questionar a batida e ele já mostrou pra mim uma arma. Disse que era da Polícia e mandou eu ir embora pra casa”, disse.

A vítima contou ainda que no momento pegou o celular e começou a gravar a situação. “Comecei a filmar e disse: ‘esse rapaz bateu no meu carro, ele tá agressivo, ele tá armado’. Aí quando eu comecei a filmar, ele fez a volta e começou a atirar em mim”, afirmou o motorista de aplicativo.

O suspeito de atirar contra a vítima é um Policial Militar (PM), lotado no 5º Batalhão de PM. Ele se apresentou espontaneamente à delegacia.

Segundo o suspeito, ele foi “encurralado” pelo motorista de aplicativo e disse que acreditava que era um veículo “com elementos perigosos”, por isso atirou. Porém, o PM não conseguiu identificar se havia mais de uma pessoa dentro do veículo porque “o carro estava todo no fumê”.

A Polícia Civil (PC) informou que o policial, que é da guarda da reserva, foi autuado em flagrante e detido. Segundo a PC, o militar será apresentado nesta quinta (6) em audiência de Custódia.

Leia também: 

Ponte e viaduto entre Bayeux e João Pessoa começam a ser restaurados

Paraíba confirma 999 novos casos de Covid-19 e 27 óbitos nesta quarta (5)

Curta paraibano é selecionado para Festival de Cinema de Roma

Cemitérios de João Pessoa não poderão receber visitas no Dia das Mães

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play