Brasil

Pessoas com HIV têm menos acesso a vacinas contra Covid, diz ONU

Pessoas com HIV têm menos acesso a vacinas contra covid-19, diz ONU.

Publicado em 16/10/2021 17:47 Atualizado em 16/10/2021 17:57
logo
Por SBT News
Risco de morte pela covid-19 entre pessoas com HIV chega ao dobro da população geral.

Risco de morte pela covid-19 entre pessoas com HIV chega ao dobro da população geral. (Foto: Bashir Ahmed Sujan/Unicef)

Pessoas com HIV continuam com menos acesso às vacinas contra Covid-19, mesmo sendo um dos grupos com mais possibilidade de enfrentar complicações causadas pela doença. O aviso foi divulgado nesta terça-feira (12) pelo Programa Conjunto da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre HIV/Aids, a Unaids.

Segundo a instituição, a distribuição global dos imunizantes permanece extremamente desigual, afetando principalmente os países de baixa renda. Tais nações, de acordo com o levantamento, abrigam mais da metade das pessoas com HIV do mundo, o que acaba diminuindo as chances de recuperação do grupo pela doença.

Um recente estudo da Unaids demonstrou que pacientes infectados pelo coronavírus eram muito mais propensos a necessitar de internação e desenvolver casos graves. A agência afirmou ainda que estudos conduzidos na Inglaterra e na África do Sul descobriram que o risco de morte pela doença entre pessoas com HIV chega ao dobro da população geral. 

Além disso, foi constatado que em casos avançados de HIV ou na presença de doenças crônicas - comuns em pessoas vivendo com Aids -- a recuperação da covid-19 é mais improvável. 

Na última quinta-feira (7), a ONU lançou uma estratégia global de vacinação contra a doença. A iniciativa prevê a imunização de 40% da população em todos os países até dezembro deste ano e 70% até meados de 2022, mas dependerá da mobilização de US$ 8 bilhões para assegurar uma distribuição equitativa entre as nações.

Veja mais:

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play