Brasil

Pai que tinha caso com a filha e o genro sofre atentado a tiros no CE

Segundo a polícia a mandante do ataque a tiros foi a namorada do homem de 39 anos, que foi presa

Publicado em 28/09/2021 16:27 Atualizado em 28/09/2021 17:49
logo
Por Carlos Rocha
Caso aconteceu no Ceará

Caso aconteceu no Ceará (Foto: Reprodução)

Foi presa, nesta segunda-feira (27), uma mulher suspeita de ser mandante de uma tentativa de homicídio contra seu namorado e a filha dele, no Ceará. O atentado ocorreu no município cearense de Canindé. As informações são do G1.

As vítimas foram baleadas em junho, na porta de casa, e continuam internadas. O delegado à frente do caso, Daniel Aragão, informou que Jaelson Oliveira, de 39 anos, mantinha um relacionamento com a própria filha e o namorado dela, ambos menores de idade.

Ao descobrir a traição incestuosa, Maria Aparecida, suspeita de ser mandante do crime, pagou R$ 3 mil a duas pessoas para que matassem seu companheiro e a filha dele. O namorado da adolescente teria ainda intermediado o crime.

Horas após o delito, a Polícia Militar do estado apreendeu um homem e um adolescente de 17 anos, ambos suspeitos de participação nas tentativas de assassinato. Na ocasião, os agentes apreenderam também um revólver que teria sido utilizado no crime.

Segundo a polícia, o adolescente que namorava a jovem foi o primeiro a descobrir o relacionamento incestuoso que ela mantinha com o pai. Inicialmente, ele teria aceitado manter a relação a três, mas revelou o caso à namorada do sogro.

Em depoimento, Maria Aparecida contou aos agentes que tentou se separar quando descobriu a traição, mas disse que era ameaçada pelo companheiro, chegando a pensar em tirar a própria vida. Com isso, ela ofereceu o dinheiro ao namorado da jovem para que ele contratasse os executores do crime.

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play