Brasil

Padrasto acusado de matar por asfixia bebê de apenas 6 meses é preso em São Paulo

Em depoimento, o padrasto do bebê declarou que a criança estava dormindo na cama do casal e teria se enrolado em uma coberta durante a noite

Publicado em 16/03/2018 15:35 Atualizado em 26/11/2020 12:47
logo
Por Redação Portal T5
Padrasto acusado de matar por asfixia bebê de apenas 6 meses é preso em São Paulo

Bebe de 6 meses que teria sido asfixiado pelo padrasto.
Bebe de 6 meses que teria sido asfixiado pelo padrasto. Foto: Reprodução/Internet

Foi

preso nesta sexta-feira (16) em Bauru, interior de São Paulo, Bruno

Miziara de Abdreu, de 26 anos, acusado matar por asfixia seu enteado

de apenas 6 meses de idade, no último dia 7 de março.

A

prisão temporária de 30 dias foi decretada pela Justiça após um

pedido da delegada Priscila Bianchini, da Delegacia de

Defesa da Mulher, que está

em poder do caso. De acordo com ela, o laudo necroscópico divulgado

pela perícia apontou asfixia mecânica como causa da morte, ou seja,

quando houve interferência externa.

Em

depoimento concedido à polícia, o padrasto do bebê declarou que a

criança estava dormindo na cama do casal e teria se enrolado em uma

coberta durante a noite. Segundo ele, quando percebeu a situação o

bebê já não respirava mais.

Os

primeiros socorros foram oferecidos em um quartel da Polícia

Militar, próximo à residência da família. Em seguida, uma

ambulância do Samu encaminhou a criança até uma Unidade de Pronto

Atendimento (UPA), onde ela teve uma parada cardíaca e não

resistiu.

Leia também:

Rouge vai ao programa de Fátima Bernardes e ‘explode’ na web

Justiça condena homem que atropelou mulher e fugiu sem prestar socorro, na Paraíba

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play