Paraíba

Namorada e amigo são acusados pela morte de estudante da UFPB

Alph foi encontrado morto em fevereiro de 2020, em João Pessoa. A Justiça determinou a prisão preventiva dos investigados

Publicado em 13/10/2021 16:33 Atualizado em 13/10/2021 17:17
logo
Por Redação Portal T5
Estudante da UFPB foi encontrado morto em João Pessoa

Estudante da UFPB foi encontrado morto em João Pessoa (Foto: Reprodução)

A Justiça da Paraíba determinou a prisão preventiva da namorada e de um amigo de Clayton Tomaz de Souza, mais conhecido como Alph. Os dois, que estão foragidos, são investigados pela morte do estudante de filosofia da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), encontrado em estado de decomposição no dia 8 de fevereiro de 2020.

A decisão é da juíza Andréa Carla Mendes Galdino. O pedido de prisão de Selena Samara Gomes da Silva e Abraão Avelino da Fonseca veio após a análise das provas da perícia e de depoimentos.

Conforme o documento, a motivação do crime tem relação com um 'triângulo amoroso', isso porque Selena Samara também manteria um relacionamento com Abraão Avelino.

Ainda de acordo com o processo, Selena e Abraão mataram Alph e se desfizeram do corpo na estrada que dá acesso à praia de Gramame, em João Pessoa. O corpo do estudante tinha marcas de tiros, sendo um deles na cabeça.


*Com informações do G1


Leia também:

icon whatsapp
Receba as últimas notícias de João Pessoa em qualquer lugar. Começar icone Play